sábado, 27 de junho de 2009

Strada cabine dupla custará R$ 46.440

A Fiat começou ontem o faturamento da nova Strada Adventure Cabine Dupla. O modelo custará R$ 46.440, ou seja, R$ 1.900 a mais que a versão Adventure Locker de cabine estendida que é comercializada por R$ 44.540. Porém, o modelo perdeu o sistema Locker de série, já que este passará a ser opcional ao custo de R$ 1.300.

A lista de itens de série é extensa: Ar-condicionado; direção hidráulica; computador de bordo e My Car Fiat; vidros elétricos com one touch e antiesmagamento; travas elétricas; brake light; follow me home; faróis de neblina e profundidade; rodas em liga leve 15” e pneus de uso misto; retrovisores externos com luz de direção integrada; tampa traseira removível e com chave; volante com regulagem de altura; bússola e inclinômetros longitudinal e transversal; alças de segurança lados motorista e passageiro; apoios de cabeça traseiros (2) rebaixados e com regulagem de altura; bancos dianteiros com Easy entry e memória; bolsa porta-objetos e porta-copo na lateral traseira; cintos de segurança traseiros de 3 pontos retráteis. O modelo também ganhou uma nova opção de cor vermelho magna, além das atuais.

Segundo a Fiat o grande desafio da engenharia foi encontrar equilíbrio entre o conforto para levar 4 ocupantes e continuar com uma boa capacidade de carga da caçamba, que tem agora 580 litros de capacidade. Comparando com a capacidade da cabine estendida que tem capacidade para 830 litros a perda foi de 250 litros. A capacidade de carga da cabine dupla supera a dos irmãos Siena cuja volume é 500 litros e da Palio Weekend 460 litros. A campanha publicitária já começou como comprova o anúncio abaixo.



Fotos Fiat/Divulgação

32 comentários:

  1. Que isso??!!! MUito caro!! HAUHAUHAUHUAHAUA A parada está cada vez mais sem noção!

    ResponderExcluir
  2. JDFortuna,

    se esta caro, entao a cabine estendida tambem esta. Se alguns acham vantagem comprar uma picape media pelada, paciencia. Uma picape media tao equipada quanto esta Strada com cabine dupla e a gasolina nao sao por menos de 70.000. Tem espaço interno, capacidade de carga e resistencia, concordo, mas eh caro e o seguro idem mas nao tem o mesmo desempenho. Se tem comprador para a Strada Adventure cabine estendida, a Fiat nao criaria uma cabine dupla pra nao vender. Agora, quero ver por quanto a VW vai cobrar pela Arena, sucessora da Saveira. O Gol G5 ja eh caro e espertano como sempre apesar da consideravel melhora com relacao ao G4. Fico imaginando quanto sera o Arena e futura 207 picape q devera ter aparencia tao robusta quanto a Strada.

    ResponderExcluir
  3. Raimundo,

    Não me interessa paralelo com carros ainda mais caros. Não dá pra acreditar um veículo como esses a 47mil reais. Na verdade, mal me importo, este eu não compro. Não está cansado de pagar mais e mais por menos, não? Fala sério, Raimundo!

    ResponderExcluir
  4. JDFortuna,

    Vc mora onde pra achar estranho o preço deste veiculo? Tudo aqui eh caro! Concordo q nao deveriamos pagar tanto por determinados produtos, mas, pelo visto, tem muita gente q acha q ta levando muito e pagando caro quando boa parte do preço eh o status q a marca proporciona. Pode nao interessar a vc a comparacao q eu fiz mas serve para ilustrar q tem pessoas q pagam uma fortuna por um produto q nao tem nada demais. A conta, meu caro, eh simples e vale para qualquer marca: pegue um carro pelado mas bonito por fora, Gol G5, por exemplo, q tem preço proximo aos
    30.000 e enfie nele motor mais potente, varios opcionais entre outras bijouterias e vc chega proximo aos 50.000. Pegue o Polo e faça o mesmo e vc chega na versao top custando 70.000. O Civic eh dito um otimo negocio, mas pagar seu preço pra nao ter computador de bordo, ter um porta-malas pequeno so porque tem um design futurista quando o Corolla oferece bem mais na mesma faixa de preço. Ha gosto pra tudo e por isso q algumas marcas cobram caro por produtos q nao deveriam ser caros graças ao modismo do consumidor q muitas vezes so esta preocupado com o status q o produto propicia. Talvez, por isto q a linha Adventure da Fiat vende tanto. Os produtos tem uma leva alteracao estrutural, uma maquiagem chamativa e um bom nivel de equipamentos q tornam se o centro das atencoes por onde passam. O Civic eh melhor exemplo disto pelo status, pois eh muito bom pelo conjunto mas tem carro melhor ainda pelo mesmo preço.

    ResponderExcluir
  5. Quando acabei de ler a reportagem ficaram na minha cabeça as perguntas:
    Aonde será que a Fiat vai parar?
    O que ela está fazendo com a sua linha de produtos?

    Lançar a Cabine Estendida tudo bem, mas sem o Loker? Justo na família Adventure que teve no seu maior apelo o visual e o bloqueio de diferencial, aonde todos o tem menos a CD?

    Olhe o que ela fez com o Linea. Em apenas um ano trocou 4 das 6 versões.
    Lançando o Palio 4,5 após 2 anos de venda do 4.
    A bagunça no Siena com 3 frentes.

    Gosto muito da Fiat, pela sua rapidez em responder o que o mercado exige, mas desde o inicio do ano, com a liderança ameaçada ela vem extrapolando qualquer limites, fazendo coisas que nunca vi.

    Estou com um pouco de receio da Fiat.
    Quais serão as próximas merd#s?

    Seria a VW mais inteligente em demorar a lançar produtos novos, fidelizando seus clientes? Ou a Fiat, por qquer preço verder produtos que daqui uma semana pode mudar e na outra semana mudar de novo conquistando clientes temporários?

    ResponderExcluir
  6. Vilker,

    pelo visto representa a maioria dos compradores q nao observam muito bem o comportamento da montadoras e particularmente a Fiat. A Fiat, acredito faz um 5 anos, tem adotado duas carrocerias na linha Palio e sempre a ultima a sofrer alteracoes eh a Fire. Na geracao 4 teve aquela frenta mais quadrada diferente do Siena e Palio WKD e a Fire G3. O problema eh q a diferença de preço entre a G4 e G3 era grande e isto ficou evidente no Siena. A Fiat ja vinha mantendo atualizacoes a cada 2 anos e nao eh de hoje onde estas nao mudavam consideravelmente o produto por fora. So a cada 4/5 anos mudou significativamente, Palio G1 para G2 e assim por diante. Se vc fizer esta conta vai ser proximo ao tempo de vida do Palio aqui. Desde do ano passado o Marlos e outros vinham mostrando q a Fiat daria a frente do Siena ao Palio, normal nas versoes mais caras e a do Palio G4 ao Siena, tambem normal nas versoes mais baratas. O q fez a Fiat manter a G3, G4 e G4,5 foi o vao de preço entre a Fire e a ELX. Assim, permitiu criar o Sienal EL por exemplo. As pessoas reclamam q estao fazendo mal negocio, acham uma falta de respeito alteracoes visuais em menor tempo, mas na Europa eh assim. Procure pelas alteracoes feitas pela Mercedes, Audi e BMW, por exemplo, e vera q neste intervalo pequeno eles mudam motor, versoes, alguns traços da carroceria ate criar uma nova geracao a cada 4 ou 5 anos. Quem nao esta atento a isto, concordo, paga caro por ter um carro desatualizado visualmente, mas se pudesse esperar, sairia ganhando. Se a VW demora a mudar e eh bom pra alguns, faz sentido, pois a maioria das pessoas financiam os carros em pelo menos 3 anos e ve-lo mudar neste intervalo eh ruim. Contudo, estes q acham otimo o carro demorar a ter atualizacoes terminam e ficar com um carro defasado perante os concorrentes. Pra aqueles q sao fidelizados a um produto, nao faz diferença e muitos na VW sao assim. Com as atuais alteracoes feitas na familia Palio, so ira mudar pra valer daqui a uns 2 ou 3 anos, pois a nova geracao, parece, ainda esta no papel. Com relacao ao Linea, muitos o julgam nao ser um medio, pois deriva do Punto, mas bom matematico ve q suas dimensoes sao com excessao da largula de um Corolla q eh medio. Ainda, criticam por um carro ser derivado do Punto custar tanto. Isto eh papo de ignorante, pois quem paga por um Polo sedan 2.0 completo R$ 70.000 e nao tem espaço interno, motor, itens de serie, porta-malas entre outros q o Linea tem cobrando menos deveria ficar calado. A Fiat, infelizmente por culpa sua, abandonou o segmento de medios fazendo seus produtos cairem na desconfiança. As alteracoes nas versoes do Linea ao meu ver, principalmente com a criacao da versao mais barata, foi da-lo acesso a publico e torna-lo mais competivo em termos de preço. Todavia, quem o compara com os outros ve q ele entrega mais por menos, mas nem sempre o racional anda com o emocional e os maria-vao-com-as-outras preferem comprar carro q se ve aos montes pagando ate caro pra ter menos. Pra mim, esta politica de atualizacoes funcina conforme o segmento e a Fiat tem feito isto. Note q Doblo e Idea, por exemplo, nao mudaram ainda ja faz mais de 3 anos em termos de design e so no final do ano ou no proximo devem mudar. No segmento do Palio q eh bastante competitivo, garantir volume de vendas eh da mais itens de serie sem mudar o preço, fazer correcoes visuais entre outros. Agora, vc acha bom a Hyundai fazer o Tucson aqui defasado tendo uma nova geracao muito mais bonita pela frente. Pra variar, quem quer produto defasado q demore muito a mudar, o Tucson caminha pra isto, pague menos. Quem quiser novidade pague mais.

    ResponderExcluir
  7. Raimundo,

    Não tá nada hora de você entrar pra um forum não? Valha-me Deus!
    E por mais escrevas, não disseste nada. Tentou explicar o que aborrece aos amigos. O que aborrece, nós já sabemos! Só vi dos outros uma manifestação de descontentamento e o senhor quer botar panos quentes. De onde a senhoria saiu?? Jesus!

    ResponderExcluir
  8. Anonimo,

    eu sei de onde sai e gosto de provocar sim. Agora, quem nao se identifica sai de onde. O Marlos esta certo criticar aqueles q nao se revelarem. Ao menos, se identifique, pois pra quem se chama Anonimo, eh o mesmo q um sei RG. Nao exite e nao se pode considerar suas palavras.

    ResponderExcluir
  9. Raimundo,

    Vou deixar pra você todo o espaço de se COMENTAR, ok? Pra você poder escrever tudo o que você quiser. Aproveita pra devagar sua existência no mundo.

    ResponderExcluir
  10. Raimundo,
    vc citou que na Europa as montadoras mudam seus carros de 2 em 2 anos. Mais é claro, lá os carros são muito mais baratos e modernos, a população européia no geral tem dinheiro para trocar de carro todo ano, fazendo com que as montadoras se atualizem rápido para não perder clientes. Aqui no Brasil qual é porcentagem que troca de carro zero todo ano? Talvez 10%, 15%? Nós, como somos de um país em desenvolvimento compramos carros caros, pelados e desatualizados. Somos no geral pobres e muitas vezes compramos carros com parcelamentos de até 80x com jurus altíssimos, nos endividamos... Trabalhamos anos e até décadas para comprar o tão sonhado carro zero Km para na próx. semana mudar e na outra mudar de novo. Aqui o povo tem a mentalidade de que carro é investimento, e todos sabem que comprar carro só se perca de dinheiro.

    Falei que não concordo com o que a Fiat está fazendo ESTE ANO, e não o que ela fez há 10, 5 ou 2 anos atrás, leia mais atentamente.

    Cara o que eu acho interessante é que vc só entra aqui para rebater o que os outros escrevem, nunca vi vc discutir algo que vc complete o assunto, algo do tipo construtivo.

    Apesar de ser novo, felizmente sou muito bem informado sobre o mundo do automóvel. E é difícil eu mudar de opinião já que não sou um daqueles moleques que só escrevem coisas pra sacanear.

    E deixa eu ir lá ver o jogo do Brasil.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. O locker foi adotado de série para diferenciar as novas versões (que no caso de Strada e Palio são muito diferentes das antigas, para dar o nome) da Adv. Como a Cab. Dupla é um produto totalmente novo ele não precisa ser diferenciado das familias anteriores. Fazer o consumidor pagar 1.300 reais a mais de série para criar um nome ñ é muito legal (apesar que o povo se referre a Adv. Try on, Orig. Adv, somente como Adventure, e Adv Loc. como Locker, o impacto foi maior em Palio e Strada, pois tb teve uma grande mudança no visual, mais ai acredito q eh por Idea (mais) e Doblo (pode melhorar um pouco) já terem um visual bom), mais como a locker vinha completa isso ñ faz muita diferença, a Trek CE 1.8 colocando todos opcionais da Locker ficava o mesmo preço. Ou seja quem quer a picape Completa levava o Locker e o visual de graça. Agora como a CD é totalmente nova, não precisa criar esse diferencial, Ela vai ficar conhecida como Strada adventure CD. Pra completar, só o tempo dirá, mas acho q minha Locker CE, vai valer um pouco mais na hora de revender por ser a Locker (como o povo a chama) e não só mais uma Adv.

    ResponderExcluir
  12. Que absurdo isso heim!!!
    pq nao era o LOCKER Q ERA O sucesso?

    ResponderExcluir
  13. Vilker,

    vc, realmente, se eh novo, comenta como tal. Nao discordo do q vc disse por conta da nossa realidade, mas se temos Civic e Corolla vendendo q nem carro popular e provalmente seus donos devem fica nor maximo com eles por 4 anos pra pegar um novo, so mostrei os dois lados da moeda. Se quem nao tem condicoes, nossa maioria pra comprar um carro e perde com mudanças a curto prazo, tem q troque de carro no mesmo prazo.
    Ainda, vc se refere ao atual momento da Fiat e eu provei q o q ele faz hoje ja vinha fazendo antes. So cego e leigo nao percebe.

    O q eh um comentario construtivo? Se for fazer, como vc sugere, seguir a linha de raciocinio dos outros ao pe da letra, nao tem nada de construtivo, pois nao ha mudanças. Da mesma forma, chamar a atencao daqueles mostrando uma outra visao ou criticando mesmo, para uma pessoa sabia, eh ve outros possibilidade ou admitir seu erro e corrigi-lo.

    Ao Anonimio,

    ao menos eu tenho um mundo pra explorar, melhor, procure no dicionario de significados a origem do meu nome. Como disse, eu estou escrendo para um ninguem, pois se fosse alguem teria nome.

    Boa sorte pra vcs.

    ResponderExcluir
  14. Olá boa noite!
    Li as opniões dos colegas e respeito todas elas; acho que os carros cada vez mais estão surpreendendo com um design jovem etc e tal mas eu sinto falta de uma coisa que é primordial na Europa: Segurança.
    É difícil você ver um comercial de carro brasileiro, falando sobre itens de segurança, de como ele se cmporta emum crash e etc.
    Será que sopmos tão alienados por carro que esquecemos deste itm tão importante?
    Porque será que quando se lança um carro neste país, o que menos se quer saber é o quão seguro vai estar a minha familia dentro dele?
    Umabraço!

    O Especialista

    ResponderExcluir
  15. Ao Gwttwh,

    o Locker, ao meu ver, eh sim um atrativo ao produto, mas na pratica, acredito, deve ser tao descartavel quanto um sistema de tracao 4x4 num carro q so vive nos centros urbanos. Se a Fiat viu algum motivo para tira-lo, reducao de custo ou falta de uso dos clientes, ao menos economiza-se na manutencao e pode-se comprar outro item pelo valor cobrado pelo sistema.

    ResponderExcluir
  16. Ao Especilista,

    entre os varios fatores q explicam a falta de importancia por itens de segurança digo o dito pelo Vilker cuja nossa economia em desenvolvimento, falta de salarios melhores e altos juros tornam o veiculo para maioria das pessoas um investimento onde primam pelo conforto, ja q itens de segurança sao caros e como temos muitos leigos, vc compraria algo q nao sabe pra q serve? Ainda, nos achamos os melhores motoristas do mundo. Entao, pra q segurança?

    Nossa mentalidade eh bem diferente da Europa onde a educacao e a vida em sociedade com harmonia eh uma meta. Por isto q o respeito e a segurança vem primeiro. Aqui o gorveno tem q impor itens de segurança pra o seu proprio e nosso bem, pois aqueles q se envolvem em acidentes cuminam por aumentar os custos da previdencia e seguro social. Pagamos o pato pelo custo inicial destas medidas, mas a medio prazo, tende a pesar menos.

    ResponderExcluir
  17. Pelo o amor de Deus Marlos, preze pelo bom andamento do blog e exclua os comentários do Dr. Sabe Tudo RAIMUNDO, está um saco comentar e ler os outros comentários por conta desse elemento.

    ResponderExcluir
  18. Sinceramente Raimundo, pelo o nível dos seus comentários parece que vc é bem mais novo que eu.

    Bom aprendizado pra vc por essa vida que está apenas começando.

    Fabio é só ignorar.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Fabio,
    como bem disse o Vilker, me ignore. Vilker, idem.

    Ainda, adianta sugerir ao Marlos retirar comentarios de A ou B se nao estuo criticando ninguem e se critiquei usei o direito de reves. Nao estou forçando ninguem a seguir os meus conselhos e nao estao discordando sumariamente de niguem sem falar q estou usando um nick q eh um nome real. Pior eh outros nao fazerem isto q como o proprio Marlos ja criticou, ficam falando coisas sobre ele sem ao menos se identificarem.
    Quem questiona ou limita a forma de se expressar dos outros, sumariamente deveriam ter seus comentarios tambem retirados, pois estamos numa democracia.

    Thiago,

    faz sentido o q vc esta relatando. De fato, eh esperar pra ver a reacao do mercado ja o seu carro ja esta em curso e nao se pode associa-lo ou menospreza-lo com relacao a cabine dupla.

    ResponderExcluir
  20. Achei uma boa o locker ter virado opcional. Alem de ter pouca utilidade para 99% dos compradores, 1300 reais é uma economia consideravel...

    ResponderExcluir
  21. Quanto a segurança, o brasileiro realmente a despreza, tudo bem que em carros 1.0 de 20 e poucos mil, gastar mais 2 mil, 4 ou até 8 mil, para por itens com abs e air bag, ou ambos encarrece demais o modelo, agora fico abismado em modelos maiores. A linha Adventure da fiat por exemplo criou o kit hsd que põe Abs e Air Bag por 2800 de opcional, foi o fator determinante para minha escolha entre Strada, Montana e Saveiro. Enquanto a 2ª que seria mais barata por ter + desconto para Cnpj, colocando esses itens subia quase 8 mil reais, ficando acima do carro da fiat, a 3ª deixou de oferer air bag na ultima reestilização. Ai eu conversei com o vendendor sobre isso, ele me diz q mesmo com esse preço poucos compradores pegam com esses itens de opcional. Ñ gastar 5% a mais por itens que salvam vidas e evitam acidentes.

    ResponderExcluir
  22. Concordo com o Raimundo. Se não fosse a FIAT o Brasil estaria ainda vendendo as carroças VW, Gm etc. Tem gente que tem a mente fechada e não gosta de coisas novas, isto é, detesta mudanças.Quem quizer competir que entre na onda da FIAT.

    ResponderExcluir
  23. Anonimo,

    sabe o q o presidente da representacao da Hyundai disse aqui sobre o Tucson?

    " Ele vende muito, pois tem uma garantia grande e todos sabem q ele nao vai mudar. Carro nao eh investimento mas as pessoas aqui pensam assim. La fora as atualizacoes sao mais rapidas, a cada dois anos, o q eh normal em segmentos competitivos."

    Graças a mentalidade de alguns, nosso pais tem se tornado um deposito de carros antigos para algumas marcas, pois se nao ha exigencia, pra q inovar.

    Thiago,

    continou concordando com vc e ainda acrescento.
    A segurança aqui nao eh so esquecida pelo consumidor na hora de comprar itens de segurança, mas, tambem, por deixar passar itens basicos como ergonomia, cintos de tres pontos atras bem como 3 encontos, por exemplo. Sao coisas simples q evitam problemas de postura, desatencao no transipo por acessar um item mal localizado e falta de conforto, pois ir atras, no meio, sem ter apoio de cabeça e ainda correr o risco de quebra o pescoço, sao detalhes pequenos q fazem toda a diferença, mas beleza e acessorios, infelizmente, ainda pesam mais. A mudança tem q começar das escolas e de pequeno. Ja adulta eh aquele ditado: pau q nasce torto morre torto.

    ResponderExcluir
  24. Eduardo T. Küll - Rib. Preto - S.P.30 de junho de 2009 11:42

    Ao Marlos:

    Embora talvez fuja um pouco do tema daqui, o que se tem de mais recente sobre o Bravo? Lí que a Fiat teria ficado "receosa" sobre este modelo por conta do insucesso do Linea. Creio que isso é confundir um pouco as coisas, primeiro porque o Linea está em um segmento muito concorrido, depois porque o Bravo tem a chance de ser o ÚNICO hatch nacional realmente moderno, quando todos os outros são importados, seja do Mercosul, seja de outros lugares.
    Da mesma forma, como está o desenvolvimento dos motores Tritec?

    ResponderExcluir
  25. Eduardo T. Küll - Rib. Preto - S.P.

    Um punhado de informaçoes ja divulgadas aqui pelo Marlos e em outros sites.

    A Fiat estaria sim demorando a lançar o Bravo por conta da crise economica q o tornaria caro pelo pouco grau de nacionalizacao no atual estagio de desenvolvimento. Dai, aumentando seu indice de nacionalizacao, podera ter um preço mais competitivo.

    Meu ponto de vista com relacao ao insucesso do Linea esta afentado isto eh q a Fiat fez por onde deixar seus carros no segmento de medios se tornarem pesadelos para alguns consumidores. As alteracoes feitas no Stillo deram um gas no carro q ate melhorou as vendas mas ainda assim na eh um sucesso com eh o Golf. Ainda, o Linea eh visto como um falso medio por derivar do Punto e mesmo sendo bem equipado e ter preço atraente, brigar com tradicionalismo dos japas e descosfiança do publico eh complicado.

    Concordo contigo q o Bravo seria o hatch nacional mais moderno do mercado, pois pra ele a Fiat podera dispor o motor T-Jet de 150cv ou ate 180cv, a futura transmissao DSG, sem falar q eh um produto muito bem feito tanto por dentro quanto por fora. Todavia, ate ele ser lançado, nao sabemos ao certo, ja poderiamos ter a presença do 308 e, talvez, do novo Golf como importado, sem falar q o Focus Flex ja esta prestes a ser lançado e o C4 podera ser flex se adotar o motor do Pallas q faz nivelar a concorrencia.

    Com relacao aos motores e mais detalhes, deixo a cargo do Marlos q eh um especialista no assunto.

    ResponderExcluir
  26. Será que a Fiat vai lançar a strada CB trecking 1.4 ? Acho que essa versão teria um custo/benefício melhor, além de ter um preço mais atrativo.

    ResponderExcluir
  27. Como vcs falaram no Linea, pela primeira vez em quase um ano ele ultrapassou a marca das 1.000 unidades vendidas em um mês, ficando com 1.164. Comemore Fiat!

    Pra quê a VW vai trazer o Golf 6, se o medonho 4 vende muito, ficando com 1691, Stilo 917, 307 475 em junho.
    Hatchs modernos como o Focus e o C4 venderam 1191 e 1069 respectivamente, todos menos que o Golf exceto o Astra.
    Mesmo que venha, seria com preços surreal, se o velho 2.0 custa mais de 60.000, imagine o novo.

    ResponderExcluir
  28. OLá anônimo,
    A Fiat como sempre nega, mas, ela irá lançar uma opção mais em conta denominada de Working, já publiquei flagras dela aqui.
    abraços,

    Marlos Ney Vidal

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Marlos
    Voce tem alguma previsão para o lançamento das versoes cd mais baratas?
    acha que a fire sairá de linha para dar lugar à Working?
    o Preço deve ficar em torno de 3k acima tb neh?
    P. H.

    ResponderExcluir
  31. Olá Anônimo,
    Tudo bem?
    Ainda não há previsão de lançamento delas, apesar de terem algumas montadas na fábrica.
    Sobre a Fire, não acredito que ela saia de cena ainda.

    Abraços,

    Marlos Ney Vidal

    ResponderExcluir
  32. rsrsrsrrsrsrsrs vcs sao o máximo enquanto descutem a fiat esta ficando cada vez mas rica e vcs em cada compra empobrece mas alguns mil reais rsrsrrsr prefiro continuar a pé rsrsrsrsrsrs!!!!!! nao pago seguro ipva pedágio estacionamento franelinha etc...e ainda contribua com a despoluiçao do planeta kkkkkk é só ir de buzao

    ResponderExcluir