sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Opel Corsa D que roda no Brasil dará origem ao novo Astra


Confirmado. O Autos Segredos apurou que o Opel Corsa D europeu flagrado no Piauí por leitor do Notícias Automotivas dará origem ao novo Astra Brasileiro. O modelo segue em testes em regiões de clima quente e frio do Brasil. Existem unidades rodando na região de Campos do Jordão (SP). É provável que o modelo não siga totalmente as linhas do Corsa. O modelo circula para testes de componentes para o novo Chevrolet Astra no Brasil, os testes também servem para adequar a arquitetura do modelo europeu as condições brasileiras. Em breve o modelo deverá começar a circular com sua roupagem definitiva. Não será a primeira vez que o fabricante usa tal estratégia. O Chevrolet Vectra nacional, por exemplo, nada mais é que a antiga geração do Opel Astra, portanto, o Opel Corsa será nosso Chevrolet Astra.


Fotos Reprodução Notícias Automotivas

57 comentários:

  1. esse corsa tem dimensôes para um medio ?

    ResponderExcluir
  2. Ele é exatamente do tamanho do Punto com o qual compartilha a plataforma.
    =D

    ResponderExcluir
  3. Irmão do Punto será o Astra.

    A Chevrolet não tá de todo errada não.. A estratégia é excelente. Sò por se chamar astra já dará a esse modelo Corsa, mais status que o Punto e consequentemente mais apelo de venda.

    ResponderExcluir
  4. CHUPA CAMBADA DE BOBO!

    O Celta nada mais é um Corsa da nossa 1ª geração, so que com farois diferentes.
    O Vectra é um Astra.

    kkk!

    Por favor, tirem a chevrolet do lisarb.

    ResponderExcluir
  5. Um carro do tamanho de Fiat Punto, mas bem mais caro.

    ResponderExcluir
  6. Bem amigos
    O carro tem um projeto e design bem mais bonito que o Fragile (agile), Frente e Trazeira da um ar de um quase do Hunday I30,
    Bem agora resta saber o preço, pois vender corsa com preço de asra ai e outra assunto a ser analisado,

    ResponderExcluir
  7. É o tão famoso camprar gato por lebre, isso é muito comum na GM brasileira (ao qual eu tenho vergonha).

    Só lembrando, o Novo Astra (o verdadeiro) não vai vir tão cedo para o Brasil, pois ele estaria acima dos hatch médios no Brasil, segundo a GM. Imagina em que lugar o Insignia (a nova geração do verdadeiro Vectra), chegaria aqui, acima do Fusion e C5.

    Isso é uma vergonha!!!

    É a GM se mechendo para não perder mais share. Aqui no Brasil, parece que o buraco, é fundo. Vendo os nº de vendas o carro de maior vendagem da GM o Celta, vende menos que o 3º da Fiat, o Siena.

    ResponderExcluir
  8. o problema é que a GM já se deu conta que aqui no Brasil lança qualquer coisa nova que vende não precisa ser bom sendo novo vende, coloca esse corsa como corsa vai vende coloca como astra além de vende bem vai te um lucro absurdo.

    ResponderExcluir
  9. Por isso que a GM tem mais eh que afundar mesmo...

    ResponderExcluir
  10. O novo Astra europeu não está sendo fabricado no Mexico para atender os EUA ???? Porque se estiver seria muito mais vantajoso (para a montadora e para os consumidores) trazer de lá. Fora que se o "Opel" Astra viesse pro Brasil iria ser de longe o melhor Hatch do mercado, até a chegada obvio do Bravo que não sabemos se a Fiat vai toamr uma postura parecida com a do Punto e deixa-lo o mais alinhado com a Europa possivel. Espero que seja ssim alias !!! Mas voltando ao assunto GM, sinto o mesmo que o amigo Vilker, GM Brasil é de dar vegonha, só da mancada !!!!

    ResponderExcluir
  11. Depois eles(GM)pegam o Opel Agila e chamam de corsa!!
    É cada uma que se ve no Brasil!!!!

    ResponderExcluir
  12. Soh no Brasil msm.....
    Pra mim GM e Ford são as empresas q mais roubam no pais..
    Esse carro vai ser uma sacanagem...
    Isso eu posso disser com total liberdade, pq sou membro da AEA e SAE.....
    a unica montadora d primeiro mundo no pais eh a Fiat....

    ResponderExcluir
  13. Corsa D no lugar de Astra perde-se em tamanho, duvido q o preço caia e ainda eh uma verdadeira falta de postura da marca ao da um nome de um produto de um segmento acima a outro abaixo. Infelizmente nao adianta reclamar, pois nao eh a primeira vez q a GM faz isto. Ainda, boa parte dos produtos daqui nao evoluem como la fora num mesmo intervalo de tempo devido a fatores como desonestidade da marca, altos impostos e custos de producao, demanda pequena dependendo do segmento e o proprio gosto/preferencia dos consumidores.
    Belo mal exemplo eh o Vectra. No inicio nosso Vectra era Vectra igual ao europeu bringando la fora com Passat, Mondeo, Classe C, Serie 3 entre outros so q aqui a realidade foi outra e alguns carros q relatei ficavam bastante acima devido ao depenamento do nosso. La fora o Vectra ficou maior a ponto de aqui ocupar categoria superior ao Vectra e da mesma forma aconteceu com o Astra q terminou por ocupar o lugar do Vectra aqui. O Vectra foi extinto na Europa e lançaram o Insignia, carro q continua competindo com Classe C, Passat, BMW 3, mas q aqui se vacilar ocuparia o lugar do Omega Australiano. Por sinal, o Omega q foi descontinuado na Europa e nao teve sucessor brigava com Classe E e Serie 5 da Mercedes, coisa q o nosso falso Omega importado so consegue atingir as versoes de entrada e olhe la.
    Em suma, no Brasil a GM cria produtos exclusivos (Agile), troca nomes de outros (Vectra q eh um Astra), vive da vanguarda (Celta = Corsa Wind, motor de Monza bastante alterado, S-10 jurassic park) e cobra carissimo pelos importados, mas q importados? So temos o falso Omega e o Captiva so chega com preço atraente por vir do Mexico. Se nao fosse isto, teria preço de Ford Edge.

    Qual o futuro da Meriva, Zafira e do proprio Vectra (Astra)? O ultimo pelo menos pode ser substituido pelo Cruze passando a vir do Mexico. As outras duas pelos avanços q ganharao na Europa ta mais facil ganharmos um Agile monovolume para o lugar da Meriva e a atual geracao da Zafira q em breve vai mudar.
    Por essas e outros q acho a Fiat junto as japonesas menos enrolona.

    ResponderExcluir
  14. Suspeitei desde o princípio!

    Bom, é claro que é uma vergonha a gm vender gato por lebre e cobrar mais caro por hatch premium querendo fazê-lo médio, mas vejam pelo lado positivo: teremos Corsa D!

    É uma pena a postura que a Gm está tomando com o mercado brasileiro! É algo que merece, por parte dos consumidores, a indiferença!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Pois é Daniel Gutemberg e galera, imagina o que os europeus falam ou vão falar quando eles ficam sabendo ou veem coisas como o Agile, Classic sendo produzido até hoje, saber que o nosso sedan que concorre com Corolla é o Astra (auropeu antigo), que a Zafira e o Astra (nosso), são os mesmo há mais de 10 anos, que não temos nenhum produto da Opel em linha como o Brasil, que nossos motores são os mesmos da linha monza. E pra fechar, que o Corsa (europeu) que está no mercado há mais de 2 anos, servirá de base para um futuro Astra quem sabe em 2012 ou 2013.

    É lamentável. Tinhamos que fazer algo com a essa empresa emquanto não tivermos carros, carros mesmo (desculpa VW). E olhando o share de vendas, como uma empresa sem novidades e com carros pelados e pobres e feios pode ter 19,5% de participação? Será que o passado inda influencia? Será que merecemos isso então? Acho que sim.

    ResponderExcluir
  16. Duvido que seja definitivo que esse carro será denominado de Astra. Definir a denominação dos seus lançamento, tradicionalmente, a GM deixa para os finalmentes.

    Agora, incrível como os fieteiros e os vorkistas se empenham em denegrir os GMs. Chegam a babarem de raiva. Patéticos.

    ResponderExcluir
  17. O Corsa D e o Punto usam a mesma plataforma (Fiat) na Europa. Se duvidarmos, aqui deverá usar a plataforma do Corsa B (Classic, Celta, Agile), ter carroceria similar ao Corsa D, usar o eterno motor de Monza do início dos anos 80 e ainda ser vendido como Astra.Tomara que venha com nariz de palhaço como item de série para quem comprá-lo.

    ResponderExcluir
  18. Anonimo, denegrir, nós ?????? eu não vejo ninguem denegrindo a GM e sim a GM dando mancadas atrás de mancadas. Pegar o corsa europeu (que ja está em vida por lá a mais de 2 anos) e nomear como novo Astra é o fim da picada. Lançar o astra antigo europeu como Vectra aqui ?!?!?!?! fazer somente face-lifts no vectra !?!?!??!?! lançar um carro como o Agile (que até não é ruim em comportamento dinamico, andei em um ontem, mas em termos de design interno e principalmente externo ser o trambolho que é). Tudo bem que o comportamento dinamico do carro deve ser considerado mais que o design, mas esculachar o povo assim deste jeito é demais (parece um boi no espeto o carro nunca vi). O unico carro da marca que eu simpatizo é o celta, mas mesmo assim existem melhors opções no mercado....enfim eu e ninguem aqui estamos denegrindo a GM, ela mesma esta se queimando. Espero que vc esteja certo no quesito nome pois essa iria ser a gota !!! Mas duvido que a grande massa fique sabendo disso tudo pois só se compra revista para ver as fotos e entra-se na internet para baixar filmes e ver uns pornozinhos basicos !!!!

    ResponderExcluir
  19. bom pra Chevrolet..
    que vai economizar em produção, itens, carroceria, pesquisa de engenharia, etc.
    mesmo se for lançado de qualquer jeito irá vender..
    a GM só faz carros assim nesse nipe pq tem gente q compra.. achando que é um veículo totalmente novo. o que não é

    ResponderExcluir
  20. Ouvi dizer q o Punto não usa a mesma plataforma da utilizada na Europa...então a FIAT não eh tão boazinha assim como vocês pensam...além de punto, temos o Palio(paleontologo) Mile(anos no mercado) e a linha FIRE q eh da década passada. Não entendo pq falam q a fiat ta no nível das asiáticas....

    ResponderExcluir
  21. Marcos Vinícius,
    A Fiat NUNCA escondeu que a plataforma do Punto nacional não é a mesma do modelo europeu.Isso foi falado no lançamento do carro!
    A plataforma do punto nacional mantem o conjunto central do europeu, tendo apenas a suspensão dianteira sido modificada, usando elementos do Stilo. O motivo para isso é que :
    1- A plataforma foi gerada na antiga joint venture entre Fiat e GM, e não pode ser completamente usada aqui pois o contrato havia vencido.
    2- A suspensão européia não está adaptada às nossas crateras chamadas de ruas.

    A questão não é colocar a Fiat em pedestal, mas temos de assumir que a montadora italiana é que mais traz novidades para o brasileiro, colocando sua linha em sintonia com a européia.
    A GM não precisa de ninguém pra denegrir sua imagem, ela está fazendo isso sozinha!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Ao Sr. Marcos Vinicios: Creu, creu, creu, creu......

    ResponderExcluir
  23. A FIAT vende Fiorino/Strada e Palio/Uno, com motor de Monza e tem gente que ainda acha que é montadora de Primeiro Mundo?

    Aqui no Brasil só temos UMA montadora com produto nacional de PRIMEIRO MUNDO e Preço "Justo": Toyota.

    A Honda também seria se não "enfiasse a faca" no consumidor...

    ResponderExcluir
  24. A FIAT está tão em sintonia com a Europa que o "Novo" Doblò recém-lançado aqui está saindo de linha lá fora...

    ResponderExcluir
  25. Não concordo com a idéia de que os carros têm de ser gigantes. Prefiro um compacto premium decente do que Agile, Sandero e Astra/Vectra GT. Se a GM trouxer o Corsa D, e puser motores decentes nele, será uma excelente opção no mercado, melhor que o Astra atual (mesmo sendo menor). Acho que a Fiat está na média do mercado: traz algumas novidades mas também faz muita reestilização barata (algumas discutíveis, como a última do Palio). Fora a boa linha popular e o Punto, ainda tem muito que provar nesse segmento em questão. Em resumo ... nem 8 nem 80.

    ResponderExcluir
  26. O Isma Junior, vc não deixa de ter certa razão com relação aos seus comentários.

    Agora, a Fiat, os carros vendidos lá fora, são os mesmo vendidos aqui, ou seja, Linea lá é Linea aqui, Punto lá é Punto aqui essa e a sintonia que vejo.

    Com relação a Doblo, voce tem razão. Porém
    não ocorre somente aqui no Brasil não.

    Uma outra coisa que deve ser levado em consideração (não tenho 100 % de certeza) é que a versão ADVENTURE só é fabricada aqui no Brasil ou seja, lá para os Europeus eles ficam apenas com a versão básica(que de diga-se de passagem é muito bonita e completa).

    ResponderExcluir
  27. Não acho q falei algum absurdo...Fiat está no nível das outras sim!! não vejo a linha tão moderna assim pelo que citei acima. É a primeira vez que comento aqui e vejo q aqui tbm tem gente como em outros blogs q vejo onde temos fanáticos. Adoro Volks e GM e não defendo nenhuma delas, comento o q vejo. acho q o lancamento mais honesto esse ano foi o Cerato, um carro bom e com preço legal. Os outros ou são carros bons com preço alto(city) ou um carro meia boca com preço alto tbm(Agile). Ah, o Doblo reestilizado não é o doblo q ta saindo na europa...

    ResponderExcluir
  28. Isma não te entendi.

    Pra começar o Fiorino é vendido só com motor 1.3 Fire da Fiat, o Mille só 1.0 Fire, a Strada e o Palio realmete são equipados com motor antigo GM nas versões top. Mas como você bem sabe que logo ele será substituido pelo Tritec e pelo o 1.9 que podem não ser moderníssimos, mas tbm está longe ser serem da década de 80.

    Ninguém aqui falou que a Fiat é honesta ou toda sua linha está em sintona com a Europa, mas das 4 grandes é a que mais se aproxima disso.

    No caso do Doblò, é uma coisa expecífica aonde ele ocupa 90% do seu segmento, não tendo nunhuma necessidade de sofrer melhorias, mas mesmo assim ela o deixou mais bonito. Se fosse a VW, GM e Ford, 1º que jamias vc poderia ve-lo aqui, segundo que ia ficar décadas sem ao menos mínimas mudanças, vejam a Kombi, Courrier e Classic.

    Analise o mercado e verá que a Fiat é a que mais traz novidades e tecnologias européias. Podria ficar aqui horas escrevendo, mas vamos a alguns:
    - blue&me - blue&me nav - dual zone (Stilo) desde de 2002 - comp de bordo, air bag e abs desde 2003 (com preço justo, a metade do que é cobrado pelas concorrentes) em carro popular, o único compacto premium igual ao europeu (Punto EVO só em 2010 e tirando a plataforma), a única a oferecer até 7 air bag num carro........

    Por essas e outras que há 8 anos é lider absoluta do 5º maior mercado do mundo. E para tira-la vão ter se redobrar. Os anos de 2008 e 2009 eram da VW, novo Gol, Voyage, Saveiro, Fox, Eos, Tiguan e era a chance de desbanca-la, mas nem cheia de novidade conseguiu. 2010 e 2011 são os anos da Fiat como vc acompanha o blog bem sabe.

    Não sou fietero. Aqui em casa nunca tivemos carro da marca. Amigos e parentes muitos o tem e não vejo insatisfação. Mas sei reconhecer as coisas boas.

    ResponderExcluir
  29. Depois que a GM faliu por conta da crise, e agora que estamos nas mãos das chineses, parece que eles estão voltando a mecher seus pauzinhos,

    Ex: Agile, novo Classic em 2010, Spark em 2012, nova Zafira em 2012. Eh parece que viram que ficar parado só prejudica eles mesmos. Vamo correr!

    ResponderExcluir
  30. A GMB tá é querendo tomara uma Corsa da concorrência

    ResponderExcluir
  31. Marca americana, controle chinês, presidente colombiano e designer mexicano... Estamos muito bem com essa "nova" GM

    ResponderExcluir
  32. Meu desculpe a mudança de assunto, mas cade o anuncio da Strada Sporting ??? todo doido pra ver como ficou e nada !!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  33. ae galera! enquanto o Marlos não confirma o visual do "327" acho q vai ser essa frente do Qubo aplicada no Panda dá pra imaginar como será>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>:
    http://www.youtube.com/watch?v=Dps2fFgpSl0&feature=related

    ResponderExcluir
  34. Meu deus, não acredito q o povo tá falando bem da Fiat!
    o contrato dela pra comprar motores 1.8 gm está acabando e ela tá desesperada pra fazer o maior estoque possivel, a fabrica deve estar com produção máxima! só vai usar o 1.85 nos carros agora pq não vai poder mais comprar 1.8 (aliás, esse motor foi lançado em 1994 pra quem não sabe)
    prefiro um carro com motor antigo que não dá problema doq essas tranqueiras que a fiat já vendeu no país

    agora quanto a notícia, só se o povo parar de comprar pros dirigentes largarem a mão de serem otarios. honda/toyota vendem carros com projetos novos e tem muito lucro, a GM não faz isso pq sabe que o povo continua comprando

    ResponderExcluir
  35. Vilker, completando sua informação sobre as novidades da Fiat, vale lembrar que o unico utilitário cabine dupla do mercado no seguimento pick-ups compactas é o Strada CB.

    Anonimo, o contrato esta acabando realmente por que a join venture se desfez, acredito ter sido pelo fato da GM ter quase falido. Em contra partida a Fiat entra com sua nova fábrica de motores(Tritec - Campo Largo/PR), onde foram fabricados motores da BMW, da MINI, o Chrysler PT Cruiser, etc.

    Agora a pergunta é : Você já teve algum Fiat ??? Se não teve, qual o carro que você já teve ???

    ResponderExcluir
  36. Estive pensando na seguinte possibilidade quanto ao Corsa D ou algo q derive deste:
    A GM nao tem um compacto premium na faixa do Punto, do Polo e, dizem, futuro Fiesta(Verve).O Agile eh uma opcao ao Fox. O atual Corsa compete com Palio, Fiesta, Gol G5, etc. Se a GM fizesse como a Ford devera fazer ao tornar o Fiesta igual ao Figo mantendo-o no mesmo segmento e lançando a nova geracao no seu real segmento (compacto premium), a GM poderia lançar o Corsa D ou uma variacao deste para brigar com Punto, Polo e Fiesta (Verve) e fazer alguma alteracao visual para q o Corsa consiga brigar com Gol G5, Fiesta Figo e futuro Palio.
    O Astra eh medio barato tal qual a versao mais em conta do Stillo. Ambos podem ser mantidos com leves alteracoes ou serem extintos.
    A GM so mantem o Astra, pra mim, pois eh um bom custo/beneficio q vende bem como a ainda existencia do Classic e falta de ousadia ao atualizar a S-10.

    ResponderExcluir
  37. Gostei do que o Raimundo falou e acho que o caminho é esse. Qndo eu trocar de carro quero um compacto premuim...eh uma fatia legal do mercado e que tende a melhorar com a chegada do novo Fiesta-verve, punto(evo), o corsa D(caso e confirme) e o se a volks traz o Polo europeu...tenho um celta e final de 2010ou 2011 quero um carro dessa turma... hoje ficaria entre punto/polo na dúvida entre o 1.4 da fiat e o polo 1.6 mas, com o Fiesta(verve) e esse Corsa D, ficaria na dúvida!

    Abraços.
    ps. to aprendendo bastante aqui...

    ResponderExcluir
  38. Quando fizeram do nosso Astra o novo Vectra eu brinquei " Do jeito que vai, logo logo farão um novo Astra do Corsa" E não é que se tratando de GMB uma brincadeira sinistra pode se tornar verdade. É que nem o Agile " NÃO É UM PESADELO É REAL"

    ResponderExcluir
  39. Palhaçada!!!

    Já estou vendo Corsa D - R$ 49.990,00

    Hahahahaha

    Piada de muito mal gosto.

    ResponderExcluir
  40. Pois é...
    O lado bom dessa coisa toda é que a GM poderia lançar o novo astra europeu aqui como vectra gt, ainda tenho esperança de que isso aconteça...
    pelo menos não seria o fim do poço como alguns aí em cima disseram.

    ResponderExcluir
  41. E quanto ao Agile...
    praticamente todos os comentários dizem que ele é feio e tal.
    Mas onde eu passo com o meu agile cinza todo mundo para pra ver e fica falando que é mto lindo.
    e realmente é.

    ResponderExcluir
  42. Dando continuidade a minha hipotese,
    se o Corsa D ou algo derivado deste podera substituir o Astra (so se for pelo preço, pois em dimensoes eh sem comparacao), considerando ter o porte do Punto e do Fiesta, um sedan deste se tiver entre-eixos esticado, poderia se fazer de medio como acontece com o Linea e, talvez, a nova geracao do Polo sedan. Com isto a GM poderia acabar com o Astra e melhorar o Vectra.
    Se a Fiat tem um faz de conta mesmo o Linea tendo dimensoes 99,9% iguais ao do Corolla, fazer um Corsa D sedan com tal finalidade nao seria dificil, mesmo porque mercado tem. A Honda se da ao luxo de cobrar um absurdo pelo City sendo menor q os outros, praticar algo semelhante pelo menos se descando no tamanho eh um belo negocio como esta sendo para a Fiat com o Linea ao inves de fazer um sedan do Stillo ou mesmo do Bravo.

    ResponderExcluir
  43. Daniel Ramos de Oliveira22 de novembro de 2009 19:34

    A Chevrolet irá readequar o Astra,eles vão deixar ele no setor de Hatch Premiun,deixando ele para concorrer com os Novo C3,Punto,Novo Polo e outros modelos dessa categoria.Deixando o Vectra GT/GT-X na categoria de Hatch Médios,mas que provavelmente será substituito pelo o Hatch derivado do Cruze.
    E ness história toda,o Corsa Nacional irá finalmente sair de linha,quando chegar o Novo Astra e Novo Vectra.E também deverá chegar os novos motores 1.0/1.6/1.8/2.0/2.4 EconoFlex pra finalmente completar a linha de motores EconoFlex,que provavelmente irão compartilhar tecnologia com os motores Ecotec Norte-Americanos.

    ResponderExcluir
  44. Daniel Ramos,

    vc chama de Astra o atual Astra ou a possivel repeticao do me engana q eu gosto ao chamar o Corsa D de Astra?
    Nao ficou clara a sua ideia, pois pode o Astra vendido sofrer alguma mudança quanto a preço e em funcao disto competir com os compactos premium ou o Corsa D ou algo q derive deste usando o nome Astra fazer o mesmo. O Astra atual e o Vectra (Astra nova geracao) sao do mesmo segmento (medios). A diferença deve-se a geracao em si e aos preços praticados. Se o Corsa como vc disse saira de linha, entao q vai substitui-lo? Note q o Corsa briga com Palio e Gol. O Corsa D q eh um geracao mais nova do nossa Corsa por ter crescido q melhorado internamente ja briga com Punto e Polo. Seria o Agile q ficaria no lugar do Corsa como alguns e a propria GM deixa esta condicao possivel pra depois. Algo pra mim bem poupavel, pois bastaria tirar alguns itens de serie e teriamos um Agile a preço de Corsa.

    ResponderExcluir
  45. É brincadeira!
    Mais uma vez a GM pisando na bola com o brasileiro.
    Estão nos deixando cada vez mais defasados em relação ao primeiro mundo.
    O pior é que tem gente que acha a Chevrolet o máximo.

    ResponderExcluir
  46. Raimundo, acho que posso te dar um ponto de vista melhor.

    Na verdade a GM com o Agile, pode até parecer sacanagem da minha parte, mas fez certo ao lançar o Agile com tais opcionais. Ela entrou com o pé direito no quesito "custo x beneficio". Pq?

    Pq a missão do Agile, era oferecer um Fox melhorado com um preço mais em conta e de fato se sucedeu nisso. O Fox (novo) terá como apelo ter "pano" nas portas, mas é um pano bem aspero e nem por isso será superior ao GM.

    Vale ressaltar que aqui não coloco qualidade em ponto, pq realmente nesse novo modelo o interior do Fox melhorado está com uma aparencia agradavel, não é tão bom ao toque, mas bem superior ao modelo anterior. Porém como sempre a VW poe o custo de seus projetos sempre acima dos concorrentes e não será diferente com o Fox e por isso o Agile por tudo que oferece mesmo sem tanto "bom acabamento", se torna mais negocio.

    Agora isso foi correto, pois a GM ainda vai retirar itens da versão LT (eu não acreditava que existem pessoas que compram atualmente essa versão pois acho "careca" e mto proximo do valor oferecido pela versão LTZ, mas já vi na rua...) ou vai lançar uma versão inferior sem contar queainda existirá inicialmente a versão 1.0 e logo após o lançamento da versão 1.8 com o Easytronic.

    Vejo que o Astra realmente se tornará um Hatch Premium, alias tem margem para isso (Corsa D). Pois além de dimensões, hoje o Astra se denomina como um Hatch medio desatualizado, mas que no final é um carro que disputa pelo custo x beneficio com hatches premium. Como a GM é mao de vaca ao extremo, creio que o Corsa D será sim um Astra mas dessa vez sendo um Premium do que um médio.

    Ta certo que ela ja amortizou a mto tempo o gasto com a produção do Astra, porém criar um carro ainda mais barato é a "cara" da New GM. Alias, fico pensando nesse Corsa D recebendo o motor atual do Astra... 2.0. Por ter dimensoes menores vai virar um foguete perto de seus concorrentes, mas certamente sem um foco de beneficio.

    Mas veja, o proprio Agile compartilha 40% de peças do Celta, logo pode-se imaginar que o Corsa D compartilhará certamente 40% de peças do Astra e as demais peças de modelos inferiores (nao duvido ser do proprio Celta). Afinal, no Brasil é incrivel um Hatch Premium pelo menos para a GM ser uma plataforma superior, pois se o Agile era para ser, não conseguiu nem cumprir de melhorar um Corsa C imagina um "novo Astra".

    Agora a GM realmente ficará assim :
    Celta o carro de entrada
    Agile o carro alto de bom espaço interno (pq na realidade nesse nicho de mercado não se define na realidade o que esses carros representam)
    Astra o carro hatch premium
    Vectra GT / Vectra Sedan serão os modelos médios da GM.

    Ai com isso o que ocorre: Entra novamente motorizações 1.4 para Celta, para Astra volta o 1.8 e por fim o Vectra recebe o Ecotec de 2.4 cilindradas.

    Alias, dizem as más linguas que há possibilidade de usar alcool nas Captivas 2.4, pois já esta preparada para flex desde sua produção. Não coloco minha mão no fogo por isso.

    Anonimo,
    Esse motor 1.8 da GM é da Familia I. Assim como seus derivados 1.6 e 1.4 da epoca (o 1.4 equipava o chevette que por sua vez recebeu melhoria e veio a ter a versão 1.6). O 1.8 veio com o Monza Hatch, modelo ainda esportivo e logo apos as versoes "comuns" com esse motor. Ou seja, motorizações 1.4, 1.6 e 1.8 são todos familia I. Familia II são os motores 2.0, 2.0 16v, 2.2, 2.2 16v, 2.4 e por fim 2.4 16v (sem contar os modelos 2.8 de uma determinada versão da S10).

    Ordem cronologica dos motores:
    1.4 1979
    1.6 1981
    1.8 1982 (vendas a partir de 1983)
    2.0 1985
    2.2 1994 (omega)
    2.2 16v 1997
    2.4 1997 (s10)
    2.4 16v (2004)

    O motor 1.0 derivado da familia I foi ao chevette Junior que equipou ja com injeção eletrônica o Corsa de 1994. Tinha apenas 51cv.

    Logo em 1996 veio os motores 1.0 MPFI de 61 e acabou no mesmo ano com os 1.4 de mesma potencia (61 cv).

    Até 1995 o Pick Corsa recebia 1.4 e em 1996 receberia o "novo 1.6 MPFI".

    Abraços
    Edson

    ResponderExcluir
  47. Edson Fernandes,

    o q vc relatou nao difere do q eu ja disse anteriormente. Se possivel, leio os meus comentarios anteriores para confirmar.
    A questao eh q vc e o Daniel Ramos nao disseram quem vai ficar no lugar do Corsa, pois a diferença de preço eh grande entre Celta e Agile.
    Quando falaram no Agile, pra mim este iria substituir o Corsa de imediato e na pratica nao aconteceu. Li uma materia onde a GM admite q ele podera substituir o Corsa aos poucos, mas para isto teria q ser lançado uma versao mais pelada o q ate agora nao ha sinais disto.

    ResponderExcluir
  48. Brazuca tenia que ser.

    ResponderExcluir
  49. Pessoal que fala tanto do motor da GM e elogia a FIAT , sabem que os carros da linha "Sporting" usam motores 1.8 GM como voces chamam de "Monzatech". Motor esse que vem em Corsa , Montana e Meriva . Falar que é tecnologia antiga é muito errado . Pois é um motor que recebe atualizações constantimente . E na minha opnião só deve ser superado pelos de injeção direta.

    ResponderExcluir
  50. mais um lixo que a gm vai lançar, o ultimo foi fragile, vcs nao perdem por esperar, pois alem da plataforma do corsa o design será coreano!!!!!!!!!!!!!!! e pior com infleuncia ativa desse idiota chamado carlos barba!!!!!!!!! por essas e outras e que a gm foi a unica montadora que perdeu mercado nao so em carros nacionais, mas tbm em importados que tras p o brasil!!! quem ta gerindo a fabrica no país hein!!!!!!!! quanta burrice

    ResponderExcluir
  51. falar que o monzatech e motor atualizado!!!!!!!!!!!!!pelo amor de deus esse deve trabalhar para o carlos barba!!nossa sra.!!!!!!!! so olha para o motor sigma que a ford vai lançar!!!!!!por causa de gente como vc e que o brasil so nao e mais atrasado em materia de carros do que o vietna e a coreia do norte!!!!!

    ResponderExcluir
  52. Marlos, uma fonte me disse que esses carros são mulas do GSV (Global Small Vehicle), a plataforma que o Spark utiliza. A proposta seria um carro compacto, sucessor do Celta!

    ResponderExcluir
  53. mistura mal feita de Gol G5 com Vectra GT...

    ResponderExcluir
  54. a frente não é essa vai ser parecida com a do agile não ficou bonita.

    ResponderExcluir