quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Fiat anunciará a produção do 500 na cidade de Toluca


O CEO do Grupo Fiat Sergio Marchione anunciará em sua coletiva que acontece neste momento os planos da Fiat em relação a Chrysler. Uma das novidades que será anunciada pelo executivo será a produção do Fiat 500 na fábrica da Chrysler na cidade de Toluca (México). O modelo usará o propulsor Tritec 1.6 16V conforme já antecipado pelo Autos Segredos. As unidade produzidas por lá abasteceram o mercado norte-americano e também o Mercosul. No mês de abril algumas carrocerias do 500 passaram pela linha de montagem em Betim para treinamento de funcionários que irão trabalhar na produção do modelo na cidade mexicana. Estas unidades receberam o motor Tritec e passam por longos testes nas estradas mineiras.

Foto Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

18 comentários:

  1. Isso significará 500 mais barato, ou a política de preço deverá ser continuada como está, visto que Smart, Beetle e Mini Cooper ao qual ele é análogo, tem preços maiores?

    Abraços...

    ResponderExcluir
  2. Eu acredito que até possa haver uma pequena queda no preço mas nada expressivo pois o 500 nao é carro de volume de vendas - aqui no brasil - mas sim carro para expor a marca.

    Talves caia ai uns 5mil em media. A boa nova mesmo seria o uso de um motor ainda mais forte. Realmente com esse 1.6 tritec o carro deve ficar multissimo gostoso de guiar.

    ResponderExcluir
  3. E os que já foram vendidos?
    O preço pode despencar: pelo menos 30% (que são impostos de importação). Ou eles podem manter o preço e ter lucro absurdo.
    Seria tão bom se o 500 viesse por preço acessível.. é um carrinho muito bonito.

    ResponderExcluir
  4. TYO,
    realmente é bom sonhar! NUNCA eles retiraram os 30%. Brasil é sinonimo de lucro abusivo e pq eles seriam diferentes? O mercado cobra o que o povo paga e concerteza existe pacto entre as montadoras no Brasil que estipulam faixas de preços a serem praticadas de acordo com a categoria do veículo.

    ResponderExcluir
  5. Maravilha hein!!!
    500 mais barato!!!
    Pena que não vai ser nacional.
    Pelo que a mídia automotiva informou, ele já está muito bem servido com o Fire 1.4 16v 100cv, imaginem com o Tritec 1.6!!! Vai ser um foguetinho!!!

    ResponderExcluir
  6. Acredito que no nosso se for produzido nacionalmente receberá mais para frente o Tritec 1.4 16v de tbm por volta de 100cv.


    Justificando que no Brasil esses carros conceitos tem que andar e serem economicos. Agora se a versao Lounge poder acabar ganhando um motor mais forte quem agradece são os compradores da Fiat. Mas duvido pq ja esta deduzido de aliquota entre outros impostos que para a Fiat se não fizer com o mesmo motor em todos os mercados não será viavel a produção para o 500 do modelo 1.6 16v.

    Mas isso é hipotese lembrando que como vao ser lançados os dois propulsores, a chance é bem grande sim de receber um motor com mais potencia. O negocio é esperar... infelizmente.

    Abrçaos
    Edson

    ResponderExcluir
  7. Este motor já equipou o Mini em anos anteriores. Tinha inclusive uma versão com compressor e 160HP...

    ResponderExcluir
  8. Não acredito que o preço caia muito por conta dos impostos. O 500 é um carro de nicho. Um carro de imagem da marca. Não há interesse em popularizá-lo mas sim mantê-lo como carro de "status". O marketing é direcionado para tratá-lo como objeto de desejo, um brinquedinho de luxo pra quem pode pagar o preço.

    ResponderExcluir
  9. Bom, em todos os casos, isso só acontecerá lá por 2011. Mas acho que pode sim chegar por uns 50 mil(poderia ser menos), isso vindo do México.
    Se for fabricado por aqui (improvável) o preço subiria para 80 mil, a não ser que seja um 'peladinho'!

    ResponderExcluir
  10. Entendam como funciona.. O 500 polones chega por 62.000. Muitos desejam ter, poucos podem comprar. Cria-se uma demanda reprimida enorme, pelos que não podem comprar. Quando a fiat passar a importar ele do México, aí sim ela vai querer ter um faturamento absurdo,a demanda reprimida vai atuar vorazmente e o carro deixará um pouco de lado essa fama de carro de nicho.

    Acredito que custará perto de 50 mil reais o modelo atualmente vendido por 62.500.

    ResponderExcluir
  11. REVIRAVOLTA;
    ICarros 05/11/09 diz o segunte:

    "Em uma coletiva de imprensa, o presidente do grupo Fiat, Sérgio Marchionne, levantou a possibilidade do Fiat 500 ser fabricado no Brasil ou na Argentina, além do México já confirmado. 'Temos capacidade de produção no México, mas também no Brasil e na Argentina. Estamos estudando as possibilidades', disse."

    E diz tbm que o 500 americano levará a marca da Chrysler.

    ResponderExcluir
  12. Eles vão produzir no México e por o preço no valor do New Beatle, talvez um pouco menos visto que o VW possui motor 2.0.

    ResponderExcluir
  13. Gente, desculpe pela fugida do assunto.
    Mas Marlos, fiquei sabendo que o Doblò está sendo apresentado apresentado para a imprensa na cidade de Guarujá, SP. Pode nos dar mais detalhes?

    ResponderExcluir
  14. Daniel Ramos de Oliveira5 de novembro de 2009 19:09

    Acredito que o 500 terá uma pequena baixa no preço que é cobrado hoje,mas quem vai sair perdendo é quem adqueri-lo atualmente,pois como ele virá com o motor 1.6 Tritec,mais potente e com toda a certeza Flex,além do carro atual ter uma grande desvalorização,em relação ao que vim do México.A Fiat deveria ter esperado e ter lança-lo no próximo ano,já com o carro vindo do México,e sem ter de pagar os 35 % de Imposto,erro feio da Fiat em?

    ResponderExcluir
  15. Amigo Vilker...

    O novo Doblo apareceu agora a noite no site Noticias automotivas. Versão Adventure, sem camuflagens... ficou bem agradável... Com esse tipo de apariçao, bem certo que esteja a ser lançado mesmo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  16. Fala Leo,
    o que foi mostrado no NA é flagra. Me referi ao lançamento de verdade do novo Doblò, que estaria acontecendo em Guarujá desde ontem. Mas não tenho mais detalhes, por isso perguntei ao Marlos se sabia de mais coisas, já que por meses nós acompanhamos ele.

    Ficou belo o Doblò (por fora).

    Abraços.

    ResponderExcluir
  17. Mais sobre o novo Doblò. Ele terá motor 1.4 Flex como divulgado pelo Marlos, e não terá o câmbio Dualogic, pelo menos por emquanto. Algúm sabe de algo a amais?

    ResponderExcluir
  18. o 1.6 16v deve vir como Abarth.

    Não que eu duvida que a FIAT faça a sacanagem de alterar a motorização das versões já comercializa, mas é capaz de vir na abarth.
    Turbo, o brasileiro gosta mas não compra. Infelizmente.

    ResponderExcluir