segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Adeus ao motor Fiat 1.9 16V


Triste notícia para os proprietários que compraram o Fiat Linea com o propulsor 1.9 16V. O fabricante já cancelou os novos pedidos de componentes para o motor junto a seus fornecedores. Mesmo tendo investido uma boa quantia no desenvolvimento do propulsor, com a chegada dos novos FPT Tritec, o 1.9 16V perde sua razão de existir. O motor argentino começou seu desenvolvimento antes da compra da fábrica Tritec, como o fabricante precisava de um novo motor para o Linea o desenvolvimento continuou. A data para o fim da produção ainda não está definida e como o fabricante ainda tem muitos motores e componentes para produzir mais uma leva do propulsor 1.9 16V, o motor deverá equipar o Linea por mais algum tempo. Os novos motores Tritec devem estrear no Punto 1.6 16V Dualogic, seguido pelo Idea reestilizado e família Palio.


Foto Fiat/Divulgação

81 comentários:

  1. Putz que coisa eles tirarão o 1.9 do linea :(

    ResponderExcluir
  2. Nossa!
    Que absurdo!
    Não sou proprietário de um Linea, infelizmente, mas acho ridícula essa decisão da Fiat!
    Não achei que ela estivesse lucrando tanto para poder jogar no lixo o dinheiro do desenvolvimento do motor!
    E como ficam os proprietários do Linea que a Fiat tanto queria cativar e ganhar a confiança?!Estratégia errada que acaba com o bom trabalho de marketing que a marca vinha realizando com o Linea.
    É triste ver que a Fiat vai persistir errando no segmento de médios. Quem comprou o Linea deve se sentir lesado! Mais uma vez a Fiat faz descaso com o cliente...assim fica difícil bater Honda e Toyota!
    Pra mim, a melhor saída seria aprimorar o motor 1.9 e continuar com ele em linha! Mas como eu sou um mero mortal, posso estar errado!

    Mancada Fiat!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. curto e grosso mesmo.. Quem teve dinheiro pra comprar o LINEA, tem dinheiro pra comprar outro se não gostar dessa decisão... infelizmente é a vida... uns ganham outros perdem... e como os ricos sempre estão acima... tem q se "ferrar" um pouquinho com este enooorme absurdo q a FIAT faz... "nooossa!!! q absurdooo" ...

    FALA SÉRIO!!! E O POBRE QUE TEM Q ANDAR A PÉ ACORDAR CEDO PRA GANHAR 200 300 REAIS POR CAUSA DOS DESCONTOS DE CARTEIRA... COITADO É DO POBRE QUE JUNTA A GRANINHA PRA COMPRAR UMA XARANGA...

    putz... fiko bolado quando leio essas coisas...

    me expliquem no que eu tô errado...

    ResponderExcluir
  4. essa notícia é certa ? isso é um absurdo..

    ResponderExcluir
  5. Realmente um absurdo, pois esse motor poderia receber um belo upgrade. PIsada na bola da Fiat. Como consolação o 1.8 16v Tritec tem que tirar pelo menos uns 140~145cv pra justificar isso. Lamentavel.

    ResponderExcluir
  6. AHÁ!!! Eu não falei?! Eu sabia!

    Ufa, agora já sei que poderei comprar um Linea assim mudar o motor! Até que enfim!

    Lamento muito a que sofreu com essa atitude da FIAT, mas esse motor, pra mim, estava escrito que era temporário. Pior não é tirar de linha, foi ter posto.

    ResponderExcluir
  7. Bom JonnY,
    você está errado praticamente em tudo o que escreveu.
    Se você é partidário do conceito de " os incomodados que se mudem", eu sinto muito, mas é um ideologia furada.
    Não importa quanto dinheiro o proprietário de um Linea 1.9 tenha, a questão é que a Fiat está jogando por água todo o processo de fidelização que vinha construindo. É um erro grosseiro e demonstra um desrespeito para com os consumidores da marca.
    Quanto as lamúrias do salário do brasileiro, bem, esse não é o lugar adequado para você reclamar. Sabe a urna? Ela é o lugar mais eficiente para você demonstrar sua insatisfação acerca das políticas sociais do nosso país.
    E como você, pelo que parece, adota a cartilha do " os incomodados que se mudem", procure um país mais justo.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Calma gente, quem pode comprovar que essa notícia é 100 por cento verdadeira. Nesse ponto, nem o Marlos pode.

    ResponderExcluir
  9. Não vejo problema nenhum. Quem comprou sabia qual era o motor. Vai continuar havendo disponibilidade de peças. Quem ainda não comprou poderá receber algo bem melhor. Talvez o tritec seja mais barato de se produzir, ou ter melhor tecnologia, e ainda ser fabricado no Brasil! Argentina monta muita coisa sem qualidade, vide erros no Ford Focus (absurdos como montagem de mangueiras invertidas, etc...)

    Pior seria persistir com esse motor.

    Agora, fica a questão, vão privilegiar o torque em baixa ou potência máxima? O 1.9 do Linea sofria com os dois, mas principalmente o torque em baixa. Já em média rotação 3k-5k rpm ele andava mais que os motores do Corolla ou Civic. Mas sem variação do comando de válvulas ficava nisso.

    R.I.P. (e que venham os Tritec!)

    ResponderExcluir
  10. Tem gente q não suporta a evolução, e são muito sonhadores.
    Carro não é investimento.
    Esse negocio de comprar carro pensando q vai perder dinheiro na revenda é muiiiiito ultrapassado.
    Vamos arejar estas cabecinhas gente, pois senão o mundo não vai evoluir nunca.

    ResponderExcluir
  11. Acho que depois que lançarem esse motor novo eu compro um usado com o motor antigo e desvalorizadim de tudo. pelo menos eu vou ter um carrão que é o Linea.

    ResponderExcluir
  12. Quer dizer, todo mundo pede motores atualizados, economicos e mais potentes (não somente em uma determinada rotaçao e sim em qualquer rotaçao) e ai a empresa é criticada?

    Será que a adoção de um novo motor para o Linea nao foi pedido pelos clientes e não clientes?

    Se você retira um motor que não anda bem em transito de cidade, bebe para conseguir andar e ainda recebe alterar os planos para ter um motor com essa pedida, isso é ruim?

    Não entendo pq o brasileiro não aprova... quer dizer, certa é a GM mesmo, que fica ai reciclando seu motor de monza... pq é isso que brasileiro gosta, trocar peças de um motor defasado e o chamar de um "motor potente".

    Para mim, esse motor já estava em fim de carreira logo que foi lançado. Acredito que o motor que servirá de mudança talvez seja o que todos pedem.

    Abraços
    Edson

    ResponderExcluir
  13. que venha logo o novo, a grande maioria que compra carros não está nem aí pra tipo ou família de motor....

    ResponderExcluir
  14. Meu deu que galera doida, vive metendo o pau nos motores de monza(Eu sei que o motor 1.9 não é da GeMe), ai a montadora vem tirar um motor de construçao antiga, p/ inovar eles descem o verbo.

    Esse motor se nao estou enganado é aquele do antigo palio 1.6 Aperfeiçoado, mas ainda construido em ferro, estou errado galera?

    Tenho certeza, que esse motor novo 1.8 vai ser muito melhor que o atual 1,85 que equipa o Linea. O novinho muito provavelmente será em Aluminio, com vario Kg a menos e uma distribuição potencia/torque melhor.

    ResponderExcluir
  15. Esse motor é derivado do da GM sim. Antigo, tem que sair de linha mesmo pra vir coisa moderna. Brasileiro é muito burro. Um 1.9 não é necessariamente melhor que um 1.8 por exemplo.

    ResponderExcluir
  16. Que absurdo trocar o motor do Linea! Deveríamos todos protestar e pedir a volta do Fusca, Corcel, 147, etc. Viva a Kombi!
    Quem se preocupa com desvalorização de carro deveria andar de táxi!!!

    ResponderExcluir
  17. Gente o que aconteceu, foi que muitos dos proprietários confiaram na Fiat comprando o Linea 1.9, que tão cedo eles teriam um carro atualizado, com um motor simples, mas bom. Agora a Fiat joga tudo por água a baixo trocando o motor. A questão não é ser contra atualizações ou desvalorização e sim confiaça e credibilidade.

    Vamos dar o exemplo do Corolla, quando sofreu a mudança em 2008, manteve-se o mesmo motor, mesma cavalaria, que equipa o modelo desde 2003, deixando claro se tratar de um bom motor. Se é pra mudar, mas que mude para um motor bom, que não necessite de atualizações constantes. Espero que essa familía Tritec seja uma put_ família.

    Rafael Prado,
    os motores Tritec ção são tão novos assim como vc imagina. É feito em ferro fundido, tem valvulas simples. Essa demora só se justificará se vier com uma atualização, pelo memos de uma valvulas variaveis, mas acho difícil.

    ResponderExcluir
  18. Daniel Ramos de Oliveira28 de dezembro de 2009 21:21

    Eu já tava esperando que a Fiat iria anunciar a retirada do 1.9 16V FPT,quando eu li a noticia aqui no Blog mesmo,que iria ter o 1.8 Tritec Flex,eu pensei comigo "O 1.9 FPT irá ser retirado",dito e feito,tomara que o 1.8 Tritec seja bem eficiente e com uma potência bem alta e com um consumo bem baixo,menor do que o do 1.9.O próximo a sair na minha opinião vai ser o 1.4 T-Jet,que é caro demais,por ser importado,acho que a Fiat irá fabricar um 1.6 Tritec T-Jet,e Flex.

    ResponderExcluir
  19. isso que eu chamo de consideração ao cliente... parabéns Fiat...criou um Marea mais atualizadinho.
    Depois me digam...a Fiat quer concorrer no mercado como??? com essa falta de respeito e seriedade com o cliente???
    Toyota e Honda estão certas, tem que vender muito e muito mesmo...afundar com as grandes montadoras pq acham que sao donas do mundo e acham que consumidor é trouxa.

    ResponderExcluir
  20. Nossa como brasileiro tem a mente retrograda, a FIAT esta certissima em trocar o motor se for pra melhor, se tivesse comprado um Linea realmente correria o risco de ter um carro desatualizado porem analisando a tatica da montadora quantos atualmente não consideram comprar o Linea devido ao motor que não é a ultima palavra em tecnologia? Com a troca do motor com certeza muitos desses que não escolheriam o Linea como opçao de compra passarao a olhar o carro com outros olhos sem contar que os proprios proprietarios do modelo atual quando estiverem trocando de carro com certeza vão pensar no carro pois traz o apelo da nova motorizaçao. Resumindo a montadora atraira novos consumidores e os atuais serao incentivados a continuar na marca devido ao apelo do motor mais moderno, potente e economico. Com a troca do motor a FIAT terá um carro com presença (já é), tecnologica embarcada (já é) e motor moderno (terá) para brigar no mais que concorridissimo segmento dos sedas medios. Edson N

    ResponderExcluir
  21. Não sei se é somente comigo, mas estou com muita dificuldade de acessar seu blog ja faz uns 3 dias.

    Alguem tambem esta tendo este problema?

    Philipe

    ResponderExcluir
  22. Grande Vilker,
    acho que só você conseguiu me compreender aqui...
    o pessoal me entendeu errado.
    Não disse que sou contra atualizações e nem anseio pelo volta do fiat 147, apenas creio que seja um grande erro o que a fiat está fazendo, já que ela buscava (sim, buscava, pois com a mudança, a reputação do carro foi pro saco) fidelizar a clientela e ganhar confiança no mercado.
    Que venham os tritecs, mas mesmo assim, a mancada da fiat é grande e quem comprou o Linea deve estar puto!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  23. Philipe acesso o blog todos os dia e nunca tive problemas em acessar.

    O Linea está mês após mês almentando suas vendas, vamos ver se com a mudança o carro continua sua crescida.

    marlos, essa mudança de motor é ja para 2010?

    ResponderExcluir
  24. “fidelizar a clientela e ganhar confiança no mercado. mancada da fiat é grande e quem comprou o Linea deve estar ‘p’ ” Mardem... respeito sua opinião, mas não tenho essa ideologia q falou: “Se você é partidário do conceito de " os incomodados que se mudem", eu sinto muito, mas é um ideologia furada.”
    Muito pelo contrário, mardem... odeio ideologias... penso no que penso e exponho, simplesmente... mas vc tem q medir um pouco as palavras quando responder algo assim... eu entendo vc, talvez seja pela falta de alguma coisa que não consigo saber o q... talvez pode ter sido o dia ou a noite que vc tava chateado com algo sei lah...
    “Fiat está jogando por água todo o processo de fidelização que vinha construindo. É um erro grosseiro e demonstra um desrespeito para com os consumidores”
    Meu caro, não vejo assim pq a FIAT procura inovar e se preocupa em melhorias, por isso a troca. ELA SEEEMPRE TROCA... TUDO!!! PRA MELHORAR... NÃO ESTACIONA... TÁ INDO PRA FRENTE...
    E falei de desrespeito que vc citou.... Falando que desrespeito é o que o governo faz com a maioria dos brasileiros com altos impostos e escravidão de trabalhadores pais de família... por isso ta no q ta... a culpa não é do governo e mt menos em URNA, ou meu voto que colocou tal sujeito no poder... a culpa é o CORAÇÃO DE GANANCIOSOS que não pensam em seres humanos... já viu “AVATAR”? pois então veja..
    Mas respeito o seu ponto de vista... só não gostei de umas palavras e do jeito que expôs sua opinião no que escrevi..
    Flw!

    ResponderExcluir
  25. "você está errado praticamente em tudo o que escreveu."

    quem é vc pra falar isso brother??
    isso não é legal hein... se liga!

    CONCORDO COM ISSO TUDO ABAIXO, QUE POSTARAM ACIMA... hehe>>

    “Resumindo a montadora atraira novos consumidores e os atuais serao incentivados a continuar na marca devido ao apelo do motor mais moderno, potente e economico. Com a troca do motor a FIAT terá um carro com presença (já é), tecnologica embarcada (já é) e motor moderno (terá) para brigar no mais que concorridissimo segmento dos sedas medios.”

    Renzo disse...
    Que absurdo trocar o motor do Linea! Deveríamos todos protestar e pedir a volta do Fusca, Corcel, 147, etc. Viva a Kombi!
    Quem se preocupa com desvalorização de carro deveria andar de táxi!!!
    Rafael Prado disse...
    ai a montadora vem tirar um motor de construçao antiga, p/ inovar eles descem o verbo.

    Anônimo disse...
    que venha logo o novo, a grande maioria que compra carros não está nem aí pra tipo ou família de motor....
    Edson Fernandes disse...
    Se você retira um motor que não anda bem em transito de cidade, bebe para conseguir andar e ainda recebe alterar os planos para ter um motor com essa pedida, isso é ruim? Para mim, esse motor já estava em fim de carreira logo que foi lançado. Acredito que o motor que servirá de mudança talvez seja o que todos pedem. Não entendo pq o brasileiro não aprova... quer dizer, certa é a GM mesmo, que fica ai reciclando seu motor de monza...

    Hugo disse...
    Não vejo problema nenhum. Quem comprou sabia qual era o motor. Vai continuar havendo disponibilidade de peças. Quem ainda não comprou poderá receber algo bem melhor. Pior seria persistir com esse motor.

    Anônimo disse...
    Tem gente q não suporta a evolução, e são muito sonhadores.
    Carro não é investimento.
    Esse negocio de comprar carro pensando q vai perder dinheiro na revenda é muiiiiito ultrapassado.
    Vamos arejar estas cabecinhas gente, pois senão o mundo não vai evoluir nunca.


    Mardem... discordo com vc e tu discorda d mim, ponto final.. blza?

    Quando eu tiver grana eu compro o Linea, e se trocar d novo a motorização, eu vendo e compro o novo... simples assim... sendo fiel ao que eu gosto... FIAT, carro mais bacana da FIAT..
    enfim.. é isso!

    ResponderExcluir
  26. Na boa quando o Marlos disse, na news da projeção da AE que a Tritec ja preparava motores de 1800cm³ eu ja tomei essa news de agora como certa !!!! Não acho que a Fiat fez errado, temos um (espero) otimo motor vindo ai para substituir este. Creio que o Linea vai ficar mais interessante ja que vai ter dois motores em teoria para atender a suas versões (no caso o 1.6 para a LX e o 1.8 para as outras). Infelizmente alguns sairam lezados dessa história, mas na boa me fala que montadora ja não fez isso ????? Se o meu Linea fosse o 1.9 eu iria começar a cuidar dele como nunca para troca-lo mais tarde. O bom dessa noticia, e que somente eu to vendo dessa maneira aparentemente, é que o 1.8TRI tem reais condições de substituir o argentino. Sendo o 1.6 um tipo de base para construção do 1.8 e o 1.8 ser capaz de substituir um motor ja em linha na boa tanto o 1.8 quanto o proprio 1.6 a qual ele deriva são bons motores. Acho que no final das contas as noticias boas são melhores e maiores que as ruins desta news. Outra eu não lembro quem foi que falou mas disseram que o motor não vai ser usado mais e que a Fiat jogou dinheiro no lixo....bem eu posso estar enganado mas a america do sul não é só Brasil não, tem varios outros paises que poderam se utilizar deste motor. Enfim ja esperava mas gostei D+ da noticia !!!!

    ResponderExcluir
  27. Bom JonnY,
    sinto muito se você se sentiu ofendido pelo meu comentário, mas se eu respondi de tal forma, foi porque o seu comentário imediatamente posterior ao meu primeiro diminuiu e quase que ridicularizou minha opinião.Além disso, você mesmo adotou uma posição extremista ao expressar que quem comprou o Linea 1.9 tem de aceitar o prejuízo porque tem dinheiro (?).
    Concordo que a situação da grande maioria dos pais de família seja injusta, mas isso não tange ao assunto do post,quão menos do blog.
    O que eu quis expressar no meu comentário é que essas atitudes desmedidas que a Fiat vem tomando apenas mancham a imagem que ela tem e inviablizam uma imagem que ela busca obter. Eu tinha fé que o Linea seria o alicerce para a construção de uma nova imagem da fiat no segmento dos médios, mas vai ficar para um próximo modelo. Coloque-se no lugar de quem comprou um carro que tem pouco mais de um ano de mercado e já é um veículo ultrapassado...é um tanto frustrante, concorda?
    A fiat está ficando conhecida por 'sacanear' seu clientes, vide palio g4, com frente nova em menos de 2 anos...
    Só digo o que digo porque gosto muito da Fiat, mas tenho de dar o braço a torcer quando dizem que a marca não tem motores confiáveis.
    E ratifico, não disse em momento algum que sou contra a vinda de motores tritec para a Fiat, muito pelo contrário! Mas creio que a solução seria continuar com o 1.9 em linha.
    Quanto ao processo de fidelização, pode-se dizer que ele foi perdido sim. O publico que a fiat pretende atingir não aceita esse tipo de comportamento, que denota falta de solidez. Veja o exemplo da Toyota e da Honda. Quem compra não sai da marca, não porque os automóveis das mesmas não desvalorizem, mas porque elas são sólidas e transmitem segurança para seus clientes. O valor de revenda é apenas reflexo de um processo de fidelização bem executado.
    Espero que fiquemos entendidos quanto a este assunto.
    Mais uma vez, se te ofendi, desculpe. Peço apenas que você analise o objetivo da Fiat ao lançar o Linea e reflita se a atitude tomada é condizente com esse objetivo.
    Sem mais.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  28. Carros como o Linea, o Punto e o futuro Bravo precisam de motores mais sofisticados.
    Pra mim a Fiat so deve tomar cuidado quanto ao intervalo de potencia entre os motores.
    Se me fosse permitido determinar as potencias dos motores faria da seguinte forma:
    1.0 8V Fire 70cv
    1.4 8V Fire 85cv
    1.4 16V Tritec 100cv
    1.6 16V Tritec 125cv
    1.8 16V Tritec 140cv
    1.4 16V T Flex(T-Jet) 160cv

    ResponderExcluir
  29. Mardem,
    este 1.9 16V pelo q parece foi um quebra-galho feito a partir do 1.6 16V usado no Marea. Pra mim, se fosse para torna-lo especial, colocava um cabeçote de aluminio ou todo o bloco deste material bem como comando variavel de valvulas de escape e admissao. Sendo bem feito, poderia atingir uns 150cv.
    Agora, confirmando-se estes 1.6 e 1.8 16V mais o T-Jet, a Fiat poderia criar opcoes mais baratas em funcao do motor para o Linea, Punto e futuro Bravo, ou seja, numa mesma versao opcao com 1.6 ou 1.8 16V ficando as top com o T-Jet q poderia ser flex.

    ResponderExcluir
  30. Vamos ter calma, o mercado tem que ser dinâmico e esse tipo de mudança tem de ocorrer p/ manter um produto sempre atualizado. Quantos carros lançados no mercado já ñ trocaram de motor em 2 anos ou menos? Nos E.U.A em 10 um carro pode mudar 3 vezes! Isso é bom p/ o consumidor, quem comprou um Linea 1.9 e gostou do que viu, vai comprar um com outro motor por conta do carro em si, ñ pela mecânica somente. E se o Tritec for melhor que o 1.9, melhor ainda, mais um motivo p/ trocar seu Linea 1.9 por outro mais novo e com motor melhor. Outra, esse motor ainda vai durar muito tempo em linha, pelo menos mais uns 8/9 meses e aí sim a Fiat começa a tirar ele de cena, ñ hoje ou amanhã.

    ResponderExcluir
  31. Philipe eu tb estava tendo esses problemas de entrar em páginas do tipo Blogger.

    ResponderExcluir
  32. Mardem,

    Vc realmente acredita que alguém se preocupa se carro é ultrapassado? Se fosse assim, o Focus teria boas vendas. Ah, e quase TODOS os carros brasileiros são MUITO ultrapassados, e vendem como água. Todo mundo aqui sabe que apenas uma minoria dos brasileiro se preocupa com qualidade dos carros. O resto compra só pra aparecer pro vizinho, etc.
    Outra coisa: Apesar do preço, Civic vende porque é bonito e Toyota porque é inquebrável. Se a pessoa tem 55k pra comprar um Linea, Focus, etc, porque arriscar? É só dar mais 5 ou 10K em algo quye tem retorno certo. Isso não é fidelidade, é risco calculado, he he.

    Numa boa gente, os atuais proprietários de Linea perderão dinheiro só se quiserem.
    Esse tipo de pensamento é um dos fatores que elevam o preço do carro no Brasil, pois aqui o sujeito troca de carro todo ano ou a cada dois anos e paga uma fortuna em juros. E depois se preocupa que o carro tá valendo 1K a menos! Isso é piada!
    Nós temos é que agradecer por esses novos motores que estão surgindo. Faltam a GM e a VW.

    ResponderExcluir
  33. Voces falam da fiat, mas e a Ford, que lanca um carro com o motor 2.0 e 5 meses depois lançam o modelo flex dele. o que voces acham???

    ResponderExcluir
  34. Mardem...
    tá certo.. entendi o que vc quer dizer... e até concordo com isso tb... na questão da fidelidade... pode acabar lesando o consumidor q é mais exigente... entendi agora o q vc tem pensado a respeito...
    desculpa ae o comentário irônico da minha parte... lá em cima em resposta ao seu 1º comentário..
    estava "p" nesse dia... com algumas coisas... em questão a carros e tal... aí deu no q deu..

    mas tah blza... sua postura foi correta em relação ao ocorrido..
    tah tudo certo...
    mas as conversas sobre carros, etc... são assim msm... hehe
    vlw brother! abç!

    ResponderExcluir
  35. Sem problemas JonnY,
    carro é um assunto polêmico que sempre dá pano pra manga!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  36. Bem, Para todos aqueles que CONCORDAM com a troca do motor, parabéns.

    Aos que não concordam, sinto muito, essa história de fidelização, de marketing etc..., já deve ter sido estudada a melhor forma de contornar isso.

    Cliente quer saber de evolução, certamente o proprietário de um Linea irá ficar mais satisfeito, sabendo que o novo Linea que ele comprar terá um motor com maior torque em baixa, de menor consumo, mais leve, e mais tecnologicamente avançado.


    Posso estar redondamente enganado, mas essa é minha opnião ???

    ResponderExcluir
  37. pois bem... tava pensando aki... e cheguei a uma conclusão... o proprietário do Linea "antigo" pode vender e pegar outro Linea com o novo motor num pode??? então... aí que eu fico pensando... a questão da fidelização... é só passar pra frente... se quiser passar o Linea antigo pra mim por 30 mil eu pego... =P

    ResponderExcluir
  38. Pessoal, a fiat cancelar a encomenda de peças do 1.9 16v, não é garantia, ou certeza que em função disso ela vai descontinuálo. Concordo, pode ser uma "possibilidade", apenas, algumas questões à respeito:

    o 1.6 16v tritec, em potência, encosta nos 130/132 cv, do 1.9 do linea, mas e quanto ao torque ? a rotação de torque máximo dos dois estão na mesma faixa 4.500 rpm, o 1.9 entrega 19 Kgfm nesta rotação (aproximado) e pesa por volta de 1300Kg, e o tritec, alguem pode postar qual seu torque máximo X rotação ?
    Minha opnião, o tritec é um excelente motor, mais evoluído que o lampredi, mas será que ele dá conta em termos de torque de 1300 a 1350 Kg ? e se lembrarmos que a projeção da fiat no lanãmento do linea era de 2.5 a 3.0 mil carros p/ o Brasil e A Sul, pelas vendas não chegaram a 50% do previsto, também não é um motivo p/ cortar pedido de peças devido ao grande estoque que não era p/ existir ? quanto ao uso do Tritec no Punto(1150 Kg) e no Palio (1050 KG), é mais que lógico e suficiente.
    Agora, alguem poderia por gentileza, explicar de onde saiu esse tritec 1.8 16V, ou é só vontade de alguém.....

    abraços,

    Alessandro

    ResponderExcluir
  39. Tem muita gente aqui se achando o rei da cocada preta. Se sua opnião for igual, beleza, se não for, vc é um retardado que não sabe da nada. Não presciso sitar exemplos, que por sinal são muitos, é só ler os comentários. Vamos com calma. Vamos raciocinar mais com a cabeça de CIMA.

    As pessoas que compram sedan médio, boa parte tem um perfil mais concervador. Ele quer comprar um carro bom, espaçoso, e moderno. Quando troca-se o motor de um carro que está há dois anos no mercado, que é de uma marca que tem um passado negro no segmeto, motor inédito (ninguem sabia como o 1.9 iria de comprortar), preço nas alturas, perde-se toda uma credibilidade que a marca quis dar ao modelo desde o seu lançamento. Tem o Culbe L'unico, carpete vermenlho nas concesionárias para dar um destaque ao carro... Quem acompanhou o lançamento do Linea sabe que a Fiat fez de tudo para roubar mercado de Corolla e Civic.

    Só que vem gente aqui que tem uma semana que tá acompanhando o mundo dos autos e vem falar um monte de abobrinha, rebaixar aquele que não participa da sua opinião. Tão querendo marginalizar o blog, mas pode ter certeza que vou fazer de tudo para isso não acontecer.

    Descupla pelo meu desabafo, mas o nível dos comentários desde post é lastimável.

    ResponderExcluir
  40. Aos que ficam falando que o Linea é um mico, veja os nºs de 12/09:

    Corolla: 5925 - vende muito
    Civic: 3249 - efeito City
    Vectra: 1790 - a difereça cai a cada mês
    Linea: 1416 - esse mês vai bater seu record
    City: 2245 - já foi o dobro do Linea
    C4 Pallas: 549 - longe
    Bora: 63 - KKKKK

    O mico aqui é outro.

    ResponderExcluir
  41. Vilker, a Fiat percebeu que ainda não pode competir com Civic e Corolla e tá tentando melhorar o Linea. Vc mesmo disse que a Fiat tem um passado negro, ou seja, tá querendo melhorar. Vi um dia desses no The Biography Channel a história da família Agneli, e como a Fiat mudou pra a partir de 2005. Tá aí a prova, investimento em um mercado em que a maioria se satisfaz com carroças.
    Quando o Linea (e o Punto) com novo motor começar a vender muito mais, quero ver o que os conservadores de plantão irão dizer...

    ResponderExcluir
  42. Desejo que a Fiat mude, para almentar as vendas do Linea, que mesmo boas estão longe da dupla niponica.

    Concerteza ela está tentando melhorar, foi por isso que ela lançou no mercado o 1.9 simples do jeito que é. Acho que essa mudança de motor lá pro final do ano (acho qeu será tão rápido) vai ser benéfica ao carro e a Fiat, que terá um possível bom motor nos segmentos mais caros na Brasil. Acho tbm que ela está no caminho certo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  43. Pessoal, sinceramente eu não acho que o motor 1.9 será um mico. Quem fica muito preocupado com desvalorização de carro é quem compra carro mil pelado. Esse consumidor nem compra acessórios para que não perca R$100 ou R$200 depois.

    Quem compra carro acima de R$50.000 já sabe que irá perder uma boa grana, mas mesmo assim compra, pois está atrás de uma realização (ou status), e não atrás de investimento.

    Eu sinceramente não acredito que o valor do Linea 1.9 será tão menor que o do Linea Tritec do mesmo ano. De uma coisa eu estou certo: ambos estarão custando BEM menos logo no primeiro ano de uso. E isso também acontece com outros modelos, sendo japonês ou não.

    Vejo muitas pessoas criticarem a Fiat pelas inovações. Eu gosto e aprovo. Desvaloarização sempre haverá mesmo e a Fiat já aprendeu com os brasileiros, VW e GM. Motor tem que ser simples, pois brasileiro não gosta de tecnologia (=despesa). Quanto mais simples e mais potente (o que é torque mesmo?)melhor.

    Os Tritec terão o sonho do brasileiro: motores 16V sem correia dentada. O que eu não consigo entender é porque ninguém fala mal das 16V dos Honda e Toyota...

    Eu comprei o meu Punto sabendo que a qualquer momento a Fiat poderia lançar o Dualogic. Cogita-se a mudança para o modelo EVO, mas eu não estou preocupado com isso. Não acredito que a desvalorização do meu modelo seria tão maior assim. Até porque tem pessoas que sempre vão achar o modelo antigo mais bonito e outras o novo mais bonito. Vejo com bons olhos a possibilidade de trocar de carro e pegar um motor melhor.

    E como um colega falou, o 1.9 ainda terá o suporte da Fiat. Além de que poucos se atentam para o motor do carro. Aliás a maioria das pessoas compram carro pela estética pura e simples.

    Não entendo que a credibilidade dos atuais clientes será afetada. Por que seria? Os motores vendidos deixarão de fazer o que foi proposto na venda? Algo que a Fiat disse antes agora virou mentira? O suporte a esse motor será extinto? A garantia de 3 anos será anulada?

    Meus amigos, se nenhuma das perguntas acima for negativa, não há porque os clientes perderem a credibilidade.

    Quanto às vendas, a tendência é aumentar ainda mais com os clientes que entendem de carro. Para os demais, tanto faz como tanto fez.

    Por enquanto eu vou continuar a comprar carros da Fiat, pois é a única (salvo raras excessões) que moderniza os seus carros e deixa-os cada vez mais completos.

    Que venha o novo Punto Tritec Dualogic. Troco o meu na hora!

    Abraços,

    Alexandre.

    ResponderExcluir
  44. SE isso for verdade, será uma grande sacanagem da Fiat, de fato...

    Todavia, notícias desse gênero aparecem freqüentemente em publicações, sites, etc, e, de cada dez delas, apenas duas ou três se materializam. O resto acaba sendo boato ou especulação. Acho que neste caso específico, vai ser isso mesmo, mas só o tempo dirá.

    A Fiat investiu muito dinheiro no desenvolvimento deste motor, não deverá jogar tudo fora assim, é irracional. Além disso, os novos motores Tritec 1.6, apesar de potência semelhante ao do 1.9, têm menos torque e em rotações mais elevadas, de forma que sua aplicação em carros pesados como o Linea é menos viável que a do motor atual.

    E, notícias por notícias, foi veiculado há menos de um mês que o Bravo virá no segundo semestre do ano que vem com este motor 1.9 do Linea... ou seja, não dá para acreditar em qualquer notícia que aparece, pois a maior parte delas é de fato especulação e não se concretiza.

    ResponderExcluir
  45. Eu acho que a fiat teria que deixar o motor 1.9 junto com os Tritecs

    ResponderExcluir
  46. Só para compartilhar a informação, tenho um Linea 1.9 16v e não percebi falta de força em baixa rotação. Eu tinha um Punto 1.8 e gostei mais do motor 1.9 , pois é tão esperto quanto o 1.8 em baixa rotação e muito mais elástico em altas rotações. Para a estrada então é excelente, pois se atinge altas velocidades sem se preceber, principalmente após os 5.000km.

    ResponderExcluir
  47. Alexandre, vc falou tudo kara! Bom ler seu post... penso igualzin.. hehe
    flw!

    anônimo... tu tem um linea neh!? parabéns, pq considero-o top da FIAT

    ResponderExcluir
  48. Ok pessoal! Estou fazendo minha estreia na postagem de mensagens nesse blog, o qual considero interessantíssimo e sem concorrentes no que diz respeito às novidades dos autos no mercado brasileiro.

    Bem, inicío dizendo que gosto muito dos carros da merca FIAT. Tenho um Marea 2001 e não pretendo trocá-lo tão cedo.

    Sobre o Linea. Quem acompanha o mercado de sedã médios sabe que em todo comparativo o Linea levava pau dos concorrentes no quesito motor. É um motor novo (será) mas muito simples, que não acompanha a evolução tecnológica do segmento. Por exemplo, não traz o comando de válvulas com abertura variável (que ajuda a aumentar o rendimento do motor) e não possui a estrutura principal em alumínio (é de ferro fundido que só aumenta o peso total do veículo). Além disso, arredondar 1835cm3 para 1.9 só pode ser jogada de marketing, não é? Por conta disso, para poder andar junto com os concorrentes, o motor [e forçado a trabalhar em rotacões mais altas, o que torna o carro mais barulhento e áspero que a média do segumento de sedãs médios de luxo.

    Portanto, se a fábrica realmente acertar nesse tal Tritec 1.8 16V, extraindo uns bons 140cv (e é claro, sem beber muito!) e, principamente, casá-lo direitinho com o cambio Dualogic, aí vocês vão ver o que vai acontecer com as vendas do Linea. Certamemente vão disparar, pois trata-se realmente de um ótimo carro.

    Agora, é claro é que uma mega pisada de bola mudar a motorização de um carro ainda tão novo no mercado. A FIAT vai perder alguma coisa na credibilidade e no processo de fidelização que vinha tentando consolidar nesse segmento. Isso será rapidamente esquecido se as mudanças valerem a pena (todos torcemos que sim, certamente!)

    Mas concordo com quem acha que a bobeira maior foi ter lançado esse carraço com esse motor. O meu Marea 2001 é 1.8 16V tem praticamente o mesmo rendimento e consumo de um Linea atual.

    Agora, se esses novos motores Tritec forem tão bom quanto comentam (e acho que devem ser mesmo)aí eu tenho pena é da GM. A VW vai ter de virar também.

    Mas é isso, a FIAT pisa na bola aqui ou ali mas é o grupo automotivo que mais tem lançado novidades no últimos anos e pelo visto manterá essa tendência para os anos vindouros. Certamente não perderá a hegemonia no mercado nacional nem tão cedo.

    ResponderExcluir
  49. O motor 1.9 16v do Linea tem curso muito curto, comparado ao diâmetros dos cilindros, o que facilita atingir altas potências (maior área de fluxo de gases) porém diminui o torque em baixa rotação (comparado ao curso longo por exemplo do gm 1.8 e ainda 8v).

    Um tritec 1.8 com esses valores melhores pensados terá sem dúvida maior torque em baixa. O problema aqui (do 1.9 do Linea) é o torque abaixo de 2000rpm, naquela saida de quebra-molas de 2ª marcha, mas sabendo dirigir esse motor deixando-o sempre acima de 1800rpm, não se sente essa falta. Mas está lá...principalmente considerando que o Linea é um carro muito pesado para seu tamanho...

    ResponderExcluir
  50. Na verdade a FIAT vai dar mole denovo. Deu mole em achar que Linea seria rival pra Corolla e Civic. Errou pq Corolla e Civic mudaram de categoria aqui no Brasil, e o Linea a FIAT achou que também havia subido, mas o Punto puxa pra baixo. Já Corolla e Civic não têm hatchs "baratinhos". Não trouxeram nem hatch algum.
    Corolla e Civic vão partir pra motorização 2.0, então é bom a FIAT se contentar em rivalizar com o Honda City e assim fará estrago! Rivalizando com o City, com preço menor, vai ser uma loucura, pq o Linea é bonito pacas e bem completo. Só faltava um motor que não fosse "de mentira".
    1.9 não é numericamente bom, só diz que precisaria de 100cc a mais pra ter menos potência, não é nem 1.9, é 1.8 e eu memso já vi morrer fácil no trânsito.
    A FIAT tem que resolver esse motor logo e competindo com o City, vai enfim vender uns 3mil carros por mês.

    ResponderExcluir
  51. Ola,
    espero sinceramente que seja mentira esta notícia.
    Isto provará definitivamente a pouca experiência da Fiat no mercado de sedans médios, como são denominados no Brasil.
    Não faz muito tempo, estavam implorando aos consumidores que fossem até as concessionárias e provarem o excelente produto, com um pós vendas como nunca antes oferecido. Pelejaram, tentaram, hoje não é nenhuma referencia em vendas,mas conseguiu sua estabilidade acima de 1.000 unidades mês, mas concerteza agindo como crianças imaturas, imaginando uma reação do público indiferente a esta troca repentina de motor, é mais que rasgar dinheiro, é ter apresentado a seus concorrentes futuros compredores de (Linea).
    E ainda não sabem porque este segmento é tão competitivo?
    É um padrão de clientes antenados com o que acontece neste ramo, que sabe o que quer e principalmente o que não quer, porque dinheiro se tem, e que venham os já sorridentes civic e companhia.

    ResponderExcluir
  52. Nossa dos comentarios aqui, eu concordo diretamente com o comentario do Alexandre. Foi o mesmo ponto de vista que eu vi.

    A Fiat não desrespeitou o cliente, visto que tudo que foi prometido ao cliente se manteve. Se a mudança em comportamento ao cliente, a proposta inicial ou ate mesmo ao produto fosse mudada tudo bem. Mas nãop foi o caso.

    O carro continuará a ser o mesmo, terá os mesmos itens com um motor diferenciado. O que fará apenas é que a evolução possa ajudar a ganhar ritmo para as vendas do produto que já deu para ver que o Linea tem conquistado adeptos e continua a conquistar.

    Se isso também se refere a uma solicitação técnica especializada, ou ate mesmo de clientes qual o motivo de isso ser ruim?

    Quem comprou agora, tem que curtir o que o carro oferece agora.

    Se for pensar que a evolução seja algo ruim, o que dizer da pessoa que comprou os ultimos lotes de Civic do modelo anterior e depois me sai um modelo totalmente novo, com uma caracteristica mais imponente, motor mais potente (o motor mesmo da versao EX do modelo anterior é 1.7) e ainda ajuda na desvalorização do modelo, é considerado enganado?

    Tem duas coisas existentes em nossos mercados: Se vc é aquela pessoa que conhece de carros, procura um melhor custo x beneficio, baseando-se em conhecimento tecnico e caracteristica de um modelo que melhor se dará ao seu dinheiro, talvez vc ter um carro que será desvalorizado por ataulização ou ate mesmo novo desenho, vc pode até pensar, mas nem sempre o caso se tornará um mal negocio se na hora da negociação vc fechou um bom negocio.

    Mas existem outras pessoas que se preocupam apenas com o que gostariam de ter em um carro, nao conhecem bem tecnicamente e ainda nao pechincham, apenas pagam o valor cheio que a montadora ou concessionaria vende. Essas pessoas necessariamente acham as vezes que estao com o motor mais potente do mercado e qdo vai ver, o motor comporta e é bem eficiente par ao que precisa e só percebe que não é o motor mais forte qdo se depara com alguem que comenta algo do tipo. E acredite, são mtas as pessoas.

    Certamente essas pessoas conservadoras, só vão perceber isso qdo ver um anuncio de motorização ou se ler algo a respeito. São essas pessoas que nao percebem e talvez nao mude a opiniao a respeito. E elas sao a grande maioria.

    Talvez essa pessoa com tal "conhecimento" ao ver um anuncio de um Linea "1.8 16v" talvez cause num primeiro momento... "mas o meu é "1.9 16v". E ainda vão achar que estao em um carro mais potente.

    Ai principal pergunta... vcs acham que grande parte desse "mix" vão se importar mesmo com a mudança de motor?

    Eu fico pensando sinceramente apenas nos compradores do modelo T-Jet. Esses sim ficarão incomodados uma vez que o modelo 1.8 16v desse propulsor encostará em peso x potencia. Esses sim deverão ficar preocupados. Esses sim criticarão fortemente a atitude da Fiat, mas são melhoras que todas as montadoras fazem.

    Exemplos tem da propria VW com os Golf's e Jetta tbm (de 150cv a 170cv). Acredito que se o mercado mexe, eles precisam mudar e é isso que a Fiat faz.

    Abraços,
    Edson

    ResponderExcluir
  53. Edson,
    primeiramente, a Honda trocou o motor junto com o modelo por completo, isto se justifica e é muito bem vindo. O consumidor gosta de novidade e é isto que faz o aquecimento no mercado. Agora o que não é justo, é simplismente pouco mais de 1 ano de lançamento abandonar um motor e lançar outro. Não faz o menor sentido, A Honda e a Toyota respeitam seus consumidores assumindo uma política de mercado justa. Se motor fosse um fator agravante na venda de um veículo, hoje a Nissan venderia igual a Toyota e Honda, afinal tem qualidade na construção, técnologia, é japonesa e é flex, mas as vendas continuam iguais. A Fiat infelizmente esta jogando SUJO sim com os primeiros proprietários do Linea, se em 1 ano ja se troca o motor, como um futuro comprador vai investir seus cerca de 60.000 reais em uma marca que pode mudar por completo o modelo amanha? Estamos falando de clientes potenciais em marcas superiores e não em clientes de Fiat Mille, é hora da Fiat acordar e entender a diferença de segmento.
    Quando uma pessoa investe esta quantia razoável, olhou no mercado inteiro a sua volta e entendeu tal modelo como melhor compra. Será que os clientes da Honda e Toyota vizam somente qualidade? acredito que se percebe tambem na hora da compra, pouca desvalorização do produto, já a Fiat esta ajudando na desvalorização. Cada um tem aquilo que merece e planta, pelo andar das coisas vão precisar ser lançados vários e vários modelos, pontos, virgulas e por ai vai. E a imagem da empresa perante seu consumidores?A concorrencia esta adorando esta estratégia (perfeita). prefiro nem comentar.

    ResponderExcluir
  54. Ao invez de mudar o motor, deveriam dar credibilidade ao que se tem, mostrando compradores de LInea satisfeitos. Propaganda é tudo na hora de vender um produto. Se a própria fabricante diz que seu motor é ruim quem sou eu para dizer que não? Vectra com motor de Monza vende o dobro, mas o modelo manteve suas características por anos. Isto é credibilidade, passa a imagem de confiança, segurança. Quando um mercado esta instável, o que se faz? para de comprar. Mas quando esta estavel e mostra solidez, cria um cenário melhor para todos.

    ResponderExcluir
  55. he_gomes,
    Muita gente comprou mtos New Civic e o Corolla por puro marketing e pela descrição que deram do produto. As vezes a pessoa procurava um Sedan e comprava um Civic. Mas vale lembrar que apesar de disputarem o mesmo nicho de mercado, o carro em si tem proposta diferente de uso.

    E eu nao sei vcs, mas eu conheci mta gente frustada com o Civic, acabando com a qualidade do carro simplesmente pq qdo foi comprar não quis olhar o tamanho do porta-malas. (e olha que aqui nao estamos falando de motor, conforto, absorçao de impactos, entre outros itens) e é nisso que eu digo. Muita gente compra sem conhecimento de varias informaçoes e não só para quem compra carro de entrada como o Uno.

    Existem sim pessoas que compram por quererem ser diferentes no transito e principalmente emoção de ter um carro diferente e cheio de status.

    Entenda, falta de respeito é quando o que se é prometido é negado ou ocorre falta, agora mudança de itens dentro do carro é algo desrespeitoso ou pior, qdo desvaloriza. Creio que, o motor pode ate ser melhor, nao vai desvalorizar o modelo anterior.

    Vc quer ver desrespeito? é o Jetta 2010 com pequenas alteraçoes de lanterna (ao estilo mexicano e americano) ser vendido a partir de 82000 reais com duplo air bag (antes na promoçao era vendido com 6 air bags) e custar menos. Isso eu acho desrespeito ao cliente.

    Se Fiat tirasse itens valorizando seu produto, consideraria um absurdo, agora mudando para melhor realmente não há o que reclamar. Entendo que quem gostaria seria o cara tbm que ja possui o produto, mas acredito que por mais diferença que ocorra, certamente a do bolso nao sera.

    Abraços
    Edson

    ResponderExcluir
  56. Me desculpe, mas o motor do Vectra não se mantem porque é algo de credibilidade e sim pq o custo é menor de se manter um motor conhecido. A empresa possui e empresta para sua divisao alemã (Opel) e não recebemos a quase 10 anos (sao motores de 2001 que foram avançando e o Corsa deles até é propaganda para menos consumo tanto de combustivel como de sujeira) e mesmo assim a GM continua a manter os seus motores com mais de um catalisador para seguir normas. Vale lembrar que o motor de 140cv só anda mais que o motor de 128cv acima de 6000rpm, marca que dificilmente o consumidor comum costuma utilizar.

    Isso para mim está mais ligado a pouco dinheiro para investimento e com isso feito ajustes com um motor ultrapassado do que se arriscar com um motor novo.

    Vale lembrar que a GM promete ha muitos anos inovaçao de plataforma e motorização, mas mesmo assim continua a utilizar peças de seus carros ja existentes e lançando apenas grafias internas diferenciadas usando uma plataforma de outro modelo de fora, mas logicamente defasado logo que chega ao Brasil.

    ResponderExcluir
  57. Pessoal:

    Se o motor fosse tão preponderante p/ decidir a compra de um carro, porque o FIVETECH 20V, C/ variaçoes de 127, 142, 162, e quase 200cv na versão turbo não foi sucesso de vendas ?
    Tinha um stilo(1250 Kg) 1.8 16v, 122cv e 17.4Kgfm de torque, se não era o melhor em motor, era respeitável, tive um 02/03 e um 05/06, e no final de 2008 comprei um linea que pesa 50Kg + que o stilo, mas o motor entrega 130cv, e torque de 18.5 kgfm, e proporcionalmente estou muito contente, e quem tem linea sabe que no modo automático, o carro troca as marchas a 2500rpm, pois nessa rotação ele tem 95% do torque máximo, algo em torno de 17,....alguma coisa, é só conferir a curva de torque oficial, alguem ja viu a 2500 rpm, quanto o corola ou o civic entrega ?, acho que tem muita gente aqui que nem passa perto de poder comprar um stilo ou linea na faixa de 60/65 mil reais, e fica falando suas suposiçoes de povinho invejoso. E o civic honda city c/ motor 1.516v, tem um monte de tecnologia, porque os mesmos que falam mal do 1.916v, não apresentam os dados comparativos desse motor 1.5 16v, os mesmos que comparam o linea em tamanho c/ o honda city, se são parecidos, e os corola e os civics estão acima, vamos comparar o linea e o city...
    e tambem concordo c/ o colega acima, que disse muito bem, apenas retifico os valores, quem compra carro nacional acima de 60 mil a 100 mil tá cansado de saber que a desvalorização no 1o ano é +ou - 25% ou mais, somente o teto sky window do estilo na tabela custa quase 10 contos e dois anos depois não agrega valor nenhum na revenda, e dai, o cara quer usufruir de um produto que é exclusivo, ele já sabe que vai perder dinheiro, aliás, quem não está disposto a perder dinheiro com carro, é melhor andar de onibus, metro, taxi,,nós não estamos mais em 1980 onde carro era considerado investimento, somente devido a inflação de mais de 50% ao mes, mas para os desinformados, carro é bem de consumo, como tv, geladeira, etc

    mas se a fiat evoluir o motor do carro, qual é o problema ? deve ser problema para quem não pode comprar !!!!!

    e não é por que posso, que não sei o que um motor pode ou não oferecer, por ex, o 1.9(1840) não é o unico arredondado na linha fiat :
    1.3-1240 na linha palio
    1.4-1370 na linha do punto
    1.8 16v do marea/brava HGT é 1750
    e o motor do C3 ou do Fit, podem postar os valores nominais e reais, pois não me interesso por esse tipo de carro.....

    ResponderExcluir
  58. info aos interessados,

    honda fit 1.4 8v - 1339 cm3
    citroen c3 1.4 8v -1360 cm3

    realmente, não é somente a fiat que arredonda p/ mais a cilindrada real, no caso do Honda Fit, a diferença de 1339cm3 p/ 1400cm3, aumenta em 4.5% a cilindrada real, enquanto que no linea 1.9 16v, a diferença entre 1840 cm3 p/ 1900 cm3 aumenta em 3,15% a cilindrada real e considerando a diferença de 1.4 p/ 1.9 proporcionalmente, os 4.5%, sobem p/ 6% virtuais, mas como o colega acima deu a entender, OS BRASILEIROS, A MAIORIA, gostam de exaltar e valorizar o que vem de fora, enquanto as montadoras que estão aqui, gerando empregos diretos e indiretos e sempre em desvantagens como impostos, volume de vendas que viabiliza maior investimentos menor que os outros mercados, economia instável, pelo menos até 2007, não fazem nada que presta, mas os de fora, "olha como o H do Honda brilha diferente.....",,,,"olha como o C3 têm o dna do C4,5,6,..", "quando o Lula virou presidente, alguém disse, onde já se viu, só no Brasil p/ eleger presidente que não fala inglês..., que era operário..."

    ResponderExcluir
  59. Para mim é muito simples: tive carros da FIAT de 1990 até 1999. Portanto estou à mais de 10 anos sem FIAT. Estou feliz com meu Honda Civic. A FIAT me perdeu como cliente e acredito ser muito difícil que eu volte algum dia. São muitas mancadas como essa e muitas reestilizações em curtos períodos de tempo desvalorizando quem compra carro da FIAT, fora aqueles que deram dores de cabeça como: TIPO (pegava fogo por causa da mangueira da direção hidraulica), TEMPRA ( motor que fervia), STILO (que solta a roda) e tantos outros exemplos. Tive algumas dores de cabeça em concessionárias FIAT e hoje como não comprarei carros da FIAT nunca mais, não tenho mais desgosto.

    ResponderExcluir
  60. Completando os dados do colega acima (Alessandro), estou disponibilando dados que podem ser conferidos no www.bestcarswebsite.com.br , em curvas de torque e potência realizadas pelo intituto de pesquisas (neutro) da eng. Mauá, em comparativos realizados pelo site entre corola, civic e o linea:
    linea 1.9 16v, à 2500 rpm, 60cv e 16.5 Kgf.m
    corola 1.816v, à 2500 rpm, 56cv e 14.7 Kgf.m
    civic 1.8 16v, à 2500 rpm, 58cv e 15.0 Kgf-m,

    e o super mini, quando usava motor 1.6 16v a partir de 2001, tinha 114cv, o atual que é de procedência Peogeot, tambem é 1.6 16v a gasolina, e despeja 120cv a altíssimos 6.200 rpm e 16.3 Kgf.m de torque maximo, proximo de 5000 giros, rotações bem altas, p/ quem dirige em uma cidade esburacada, cheio de altos e baixos relevos, trânsito parado em média acima de 100Km, como a cidade de Sao Paulo, que é a maior consumidora desses carros.

    ResponderExcluir
  61. É meu primeiro comentário aqui, e respeito as opiniões já manifestadas.

    Sou fã da Fiat, e vibro com seu sucesso no mercado, primeiro por ter assumido seus problemas e ter aplicado na prática, em um passado já distante, aquele slogan de 1990 (“Fiat: mudando para você mudar”), e segundo, por ter assumido após as mudanças, uma postura inovadora, que se mantém e se desenvolve, com alguns acertos e erros.

    Vou fugir um pouco da discussão dos motores (até porque não sou expert no assunto), para falar mais do Linea de uma maneira geral.

    É fato que, até agora, as vendas do Linea são decepcionantes, e acho que isso é resultado de uma SOMA de vários fatores, que listo abaixo:

    1) Fator Origem: o Linea é um Punto sedan. Não adianta dizer que a frente e o painel são (pouco) diferentes ou que o Linea tem 5 ou 10 centímetros a mais de largura (nem sei se tem mesmo). É obvio, até para os mais leigos, essa interligação entre os modelos. Então, como posicioná-lo para brigar com Corolla e Civic, sedãs já na origem ?
    2) Fator Design, aqui está o maior dos problemas: apesar da esportividade e modernidade da sua origem (Punto), o design do Linea é de “tiozão” (pequena exceção a alguns detalhes do Linea t-jet). Qual é a faixa de idade dos consumidores almejados pela Fiat para o Linea ? 35, 40, 45, 50 anos ? Ninguém quer ter 50, e parecer que tem 50. Nem ter 40, e parecer que tem 40. Na minha visão, consumidores dos 35 aos 50 querem um carro que os faça parecer bem-sucedidos, mas sem que os passantes deduzam que dentro daquele carro vai um senhor de cabelos grisalhos, pelo contrário, querem que os passantes deduzam que ali dentro vai um cara experiente, mas jovem, moderno, ativo, corpo e mente saudáveis. Enfim, um sedan moderno, que transmita uma imagem de potência, modernidade, e conforto, com “espírito” de notchback. O Linea não tem esse “espírito”, mas a Fiat tem no seu passado a chave pra entendê-lo, e ela tem nome: Tempra. Eram outros tempos, mas a Fiat precisa olhar um pouquinho para essa época, e entender quais eram as características do Tempra que atraíam as pessoas, compradoras ou não, e adaptá-las e misturá-las aos conceitos de vida, saúde, trabalho, felicidade, sucesso e modernidade dos tempos atuais. Alguns vão contra-argumentar mencionando o Corolla, mas... a Toyota já tem seu nome nesse segmento, e pode se dar ao luxo (ainda, ainda...) de continuar seguindo uma linha mais conservadora. Quanto à Honda: não sou fã do Civic, apesar do design moderno, que tanto defendo aqui. Acho que a Honda exagerou, e os comentários, que já ouvi, de que é "carro de pagodeiro" explicam o quê considero exagero... Enfim, há espaço (hoje) entre o Corolla e o Civic, para um novo competidor audacioso, mas não há um carro que o preencha, e o design é fator chave para ocupar esse espaço, com modernidade, equilíbrio, e “espírito notchback”.
    3) Fator Marketing: essa estória de “Clube L´único”... até o nome remete a um pedantismo do século XIX. E essa coisa de motor 1.9... a Fiat já não tem tradição no segmento, e aí chega com um carro de cilindrada exótica: 1.9 ?! E pra fechar ainda queima o carro lançando uma versão LX... pelo preço que deveria custar o t-jet.
    4) Fator Novidade Confiável: qual foi a novidade confiável que o Linea trouxe para o segmento ? Pois é, nenhuma.
    5) Fator Preço: a Fiat até pode brigar no segmento com Toyota e Honda, mas pra isso vai ter que ser quase perfeita nos 4 fatores acima, superar os rivais, e cobrar menos do que eles. É o preço a ser pago por quem quer conquistar um segmento em que se é ainda um novato, ou mero figurante.

    Marcelo8

    ResponderExcluir
  62. Marcelo me desculpe, mas o seu comentário me deixou meio intrigado.

    Quando vc acha que o Linea não tem apelo esportivo, que eleva o status de seu comprador, isso é opinião sua, né? Entendi.

    Quanto ao Linea não ser um legítmo sedãn médio, desafio que vc me mostre dados que provam isso. Eu tenho argumentos que provam que o Linea te dimenção iguais aos seus concorrentes, sendo assim um sedan médio.

    Corolla: comp: 4,54 eixo: 2,6 larg: 1,76
    Civic: comp: 4,48 eixo: 2,7 larg: 1,75
    Linea: comp: 4,56 eixo: 2,6 larg: 1,73
    Cerato: comp: 4,53 eixo: 2,65 larg: 1,77
    307: comp: 4,48 eixo: 2,61 larg: 1,76
    Vectra: comp: 4,59 eixo: 2,7 larg: 1,73

    Fica bem claro que essa história que o Linea não é sedan médio, pois deriva do Punto é conversa pra boi dormir, e pra leiogo falar besteira. Sei, que não é apenas medidas que classifica um carro, mas no caso do Linea, ele pode não ser classificado como sedan médio por outros motivos, não por derivar do Punto.

    E por sinal esse assunto já foi exalstivamente discutid no lançamento do linea.

    ResponderExcluir
  63. Gente me poupe, quem compra um carro de 53k vai ligar para desvalorização, e é bom que a Fiat traga esse motor mesmo, talvez no futuro poderá equipar a nova familía Palio, ou seja vai ganhar mais peças de reposição e o Linea irá ganhar mais confiabilidade mecânica.

    ResponderExcluir
  64. Cada tipo de consumidor pensa de uma forma. Tem uns que amam o Vectra/Astra por ser um motor "confiável" e barato porque nunca muda. Está no mercado eu não a quantas décadas. Há outros que buscam motores que dão real prazer ao dirigir, como por exempo o Marea e o Palio 1.6 16V. Mas o mercado já mostrou à Fiat que a maioria não quer prazer ao dirigir ou não estão dispostos a pagar por isso. Melhor ficar com um motor 8V jurássico.

    Eu gosto de mudanças e por isso gosto da Fiat. Quero novidades. Se a mudança é para melhor, que venham tantas quantas forem possíveis.

    Mas não me venham com um ar ANALÓGICO disfarçado de digital (como no Ágile) ou com um Astra nomeado "Vectra GT". Isso sim é desrespeito ao consumidor. Tanto é que o Vectra GT ganhou o troféu de Pinóquio de Ouro do jornal O Estado de Minas.

    E também não me venham com um problema no rebatimento do banco traseiro, que mesmo após decepar alguns dedos o presidente da montadora insiste em dizer que o problema está no consumidor (que é burro e não sabe ler manual).

    Eu fui chamado para o recall do cinto do Punto e nem sequer houve uma "forçada de barra" da mídia para tal. Eu nem sabia desse problema com o cinto. Isso me mostra respeito com o consumidor.

    Por fim, gostaria apenas de comentar sobre a Honda. Ela também muda e ninguém reclama.

    Agora os novos motores são todos 16V no caso do Honda Fit. E o câmbio CVT foi aposentado, pois ele não dura mais que 100.000 km (a troca dele, snme, fica na casa dos R$10.000). Claro que poucas pessoas rodam mais que 100.000 km com um carro (se bem que eu não posso dizer isso, não tenho essa informação), mas mesmo que fosse verdade, alguém vai ficar com o "MICO". Isso sim é perder a credibilidade.

    Tirando as incompetências das concessionárias, a Fiat tem demonstrado respeito para comigo, enquanto cliente Fiat.

    Eu estou vendo muito Linea na praça. E ao contrário do amigo acima, eu não o acho com cara de tiozão. Muito pelo contrário! Sou suspeito para falar por ter um Punto, mas se eu estivesse interessado num Sedan, o Linea seria uma ótima opção (O Civic tem a posição de dirigir muito baixa, estilo Gol. Não me agrada).

    Abraços!

    Alexandre.

    ResponderExcluir
  65. Esse motor já foi tarde ! Que venham os Tritec, só espero que a FIAT não começa o mesmo erro da FORD (SIGMA capado) ... a esperança é a última que morre !

    ResponderExcluir
  66. para àqueles que colocam em dúvida a competência da fiat:

    entre 91 a 99 ela passou de quarta p/ segunda, atropelando a Ford e a GM, e nos últimos 9 anos, a partir de 2001, ela tirou a liderança da "intocável" wolkswagen, e liderou 8 de 9 anos, aliás o unico ano dessa sequencia, que não liderou, foi pura jogada de marketing p/ o centenário da GM, sendo que naquele ano ainda eram parceiras, e digo:

    contra fatos (dados), não há argumentos.....

    ResponderExcluir
  67. Vilker,
    Legal ter trazido as dimensões dos sedans para comparação.
    Apenas esclareço:
    Se ao mencionar "sedã legítimo" você quer dizer "3 volumes clássico" , certamente não há como negar que o Linea é um sedã legítimo, mas ainda assim ele continua derivado do Punto. Nesse aspecto, e em todos os outros que mencionei, tentei chamar atenção para o lado subjetivo da coisa.
    Aquele conjunto de fatores que mencionei são uma tentativa de detalhar objetivamente a "imagem subjetiva" que o público tem do carro.
    Enfim, se alguém diz "ah, o Linea não me atrai" então é necessário traduzir essa afirmação genérica e cheia de subjetividade, em fatores objetivos e palpáveis que possam ser tratados pela engenharia e pelo marketing. Foi o que tentei fazer, sem ter a pretensão de de ser dono da verdade.
    Vou aproveitar a deixa para fazer um comentário sobre motores, usando o Punto como exemplo: se eu fosse comprar um Punto, eu adoraria ter o motor t-jet, mas não estou disposto a desfilar com um carro cuja aparência é excessivamente esportiva. Quero excesso de potência no motor, mas no visual quero esportividade na medida certa. Tenho 40 anos, e gostaria de parecer que tenho 30 ou 32 ou 35, mas não faz sentido querer parecer que tenho 18 ou 19. Resumindo: acho que há espaço para, por exemplo, um Punto com aparência de HLX, e motor de T-Jet. Ou um Sporting, com motor de T-Jet. É claro, a Fiat cobraria um pouco a mais por isso, mas acho que há mais mercado para um Punto HLX (ou Sporting) com motor T-Jet, do que para o Punto T-Jet como o conhecemos. Pensa nisso Fiat.
    Essa idéia só morre se algum dos Tritecs se aproximar do t-Jet.

    Marcelo_8.

    ResponderExcluir
  68. Qualquer semelhança com o que a Ford fez com o focus é mera coincidência... rs
    Deixei de comprar um novo focus justamente porque o motor argentino, evidentemente, ia ser descontinuado.
    As coisas evoluem e isso é bom, mas é impossível negar que quem confiou e comprou o carro com esse motor vai ter problemas muito em breve com manutenção, por exemplo.
    Agora, cada fabricante tem uma política de mercado, todo mundo sabe que o lance da Fiat é mudança rápida, pro bem e pro mal. Quem quer estabilidade que compre VW ou GM.
    Não tem pior ou melhor, mas sim diferenças, tem que ver qual casa melhor com você.

    ResponderExcluir
  69. Fiat é assim mesmo. Alta tecnologia na hora de comprar. Na hora de vender. Ah é um Fiat, o que vc. queria!! Os culpados... a própria Fiat.
    Eu, nem Pálio, jamais terei um Fiat de novo em minha garagem. Aprendí bem e faz tempo.

    ResponderExcluir
  70. Acho que é boato...

    ResponderExcluir
  71. também acho que é boato, e se tem alguem que tem informação que o 1,9 sai de linha, que venha até aqui e post sua fonte, em vez de fazerem suposições em informaçoes que ninguem sabe de onde vem, isto vale para todos, inclusive p/ você "vidal", quem tem bala na agulha que escreva aqui fatos............

    ResponderExcluir
  72. Olá Anônimo,
    Você em vez de me ofender, deveria acompanhar o meu trabalho antes de fazer este comentário infeliz. Se o fizer verá que tudo o que escrevo aqui mais cedo ou mais tarde é confirmado. Entre as últimas novidades a Strada Sporting foi antecipada por mim uns seis a sete meses antes de ser apresentada. Na época alguns fizeram um comentário idêntico ao seu e depois pagaram mico. Não sou jornalista que escreve baseado em boatos e sim em informações confiáveis. Agora se você pensa que vou escrever aqui o nome de uma única fonte, espere sentado. E, dá próxima vez seja homem e se identifique. E que fato você quer mais, os forncedores já não recebem mais pedidos. E outro detalhe importante, você acha que existe alguma fábrica que admitirá qualquer estratégia antes da hora programada por ela.
    Até,

    Marlos Ney Vidal
    Editor Autos Segredos

    ResponderExcluir
  73. Pois é ultimo anonimo... o Stilo mesmo que ultrapassado ainda vende e o Punto como compacto premium vai mto bem obrigado. Vai chorar com o Polo na lanterna da Fenabrave ou vem defender outras coisas a não ser essa ignorancia de sua parte ao digerir determinadas informaçoes.

    Anonimo que teve carros da Fiat de 1990 até 1999:
    Me diga além do Brava quais carros dessa epoca foram "reestilizados" e perderam seu valor?

    Penso eu, Palio... ele foi reestilizado mto depois de 1999...

    Siena? tbm, Weekend tbm, Tipo e Tempra? foi-se o tempo deles. Carro com desenho quadrado, chega em uma hora que o Brasileiro quer mudanças. Até o Stilo foi a ultima tentativa de manter os modelos legitimos ao gosto italiano.

    Não que os atuais não sejam, mas é nitido essa vontade por desejos de desenhos de trapezio ou quadrados.

    Mas enfim, vale lembrar que a grande e maior propaganda da epoca que ferrou o Tipo por exemplo, foi da Volkswagen. Foi uma propaganda comparando os carros (Golf e Tipo) e que dizia do defeito do italiano. Essa propaganda foi tirada do ar mas nao da cabeça de quem a viu. Foi a morte para o carro da Fiat, alias um sr. carro.

    Dentre esse problema que tanto se falou, qtos Tipo's deram tal defeito? mto pouco. E isso é um fato.

    Portanto, se vc foi um comprador de Tipo, Tempra, pode até se desesperar, mas se for da linha Palio até 1999 vc nao deveria reclamar de nada. Mas claro que, existem concorrentes e se vc encontrar algo melhor na concorrencia pq nao ir?

    É o que sempre digo com meus colegas, eu ja tive oportunidade de entrar num Polo Confortline 1.6 completo, aquele... de 62 mil reais (sim é esse o preço dele com todos os opcionais existentes) e digo que se custasse até 55 mil reais seria um belo carro e olha que estou falando de um carro "caro" mesmo para esse valor.

    Pois esse Polo é tão TOP que nem itens de conforto interno um Punto possui, exceto item de segurança que o Punto aceita até 4 air bags (frontais e laterais). Mas como eu disse, se um Polo é tão caro e existe um Linea que tras tudo isso por um preço menor qual o problema? agora, se o Linea está caro e temos outros concorrentes (como o Corolla) por exemplo, pq nao?

    Renato,
    Algumas peças de motor com certeza da GM é mais barato. Não acredito que o da VW seja, pois as peças desse motor de 120cv são de origem alemã mesmo sendo um motor "ultrapassado" ele até hoje é desenvolvido com um conjunto onde a relação de marchas principalmentes de cambios tiptronic é mto melhor que mto carro por ai.

    Mas como eu digo, geralmente temos que considerar o conjunto e acredite, qdo há quebra dos demais componentes se considerado pela concessionaria GM, acredite a coisa sai tão cara qto uma marca "importada".

    A propria Fiat com os motores atuais também tem um custo alto por peças.

    Abraços,
    Edson

    ResponderExcluir
  74. Se é verdade nao sabemos, mas se for, nao seria novidade alguma! Pra uma marca que lança ANTES do meio do ano um "novo modelo" e qdo chega no fim do ano ja muda o mesmo carro é pq nao se importa com o bolso de seus clientes e sim com o proprio!

    ResponderExcluir
  75. p/ vidal , editor do blog:

    1-Vidal, não tive intenção de ofende-lo e nem entendo que o fiz, pois fiz um questionamento,
    e ser questionado faz parte da vida profissional de qualquer hum....., não entendo como ofença, oK,de qualquer forma desculpas...
    2-no dia 9/dez/09, você disse que o bravo iria estrear o tritec 1.6 16v, e menos de um mes, no caso hoje, você postou que ó bravo deverá estrear um motor 1.8 16v, são suas palavras, e assim me leva a concuir que nem "tudo" que você posta no seu blog, vira realidade, 6 a 7 meses depois...e, convenhamos, acertar "tudo" acho que é exigir demais de qualquer pessoa..
    3-p/ mim, cancelamento de peças ou andar c/ outro carro semelhante, como o corolla que usa motor 1.8 16v, não é fato p/ se concluir nenhum fato, apenas uma suposição, minha opnião, respeito a sua e de outros.......
    4-conforme você disse, vou esperar sair o linea 2010/2011, que deve se for daqui uns 7 meses, vai ser por volta de agosto/setembro e se na gama, não existir nenhum 1.9 16v, faço questão de pagar o mico, voltarei aqui e vou dar os parabéns a você, pois errar é humano, e não dono da verdade, apenas não me levo por qualquer informação,

    até mais,

    anônimo

    ResponderExcluir
  76. Polo 1.6 por R$62.000 onde? O GT, topo de linha, com tudo, até teto solar e rádio, sai por R$52.000...

    ResponderExcluir
  77. Proprietário de Fiat deve sempre esperar mudanças drasticas na motorizacao dos seus carros, a fiat sempre busca inovar os seus motores, e as vezes paga caro por isso, como por ex qdo tirou o motor 1.6 16v (q por sinal era um senhor motor) e colocou o 1.8 8v powertrain (q é um motor beberrao, lerdo, vibrador e barulhento), mecanica do LINEA 1.9 16v é uma mecanica super barata e confiavel, acompanhando a realidade de nosso pais, mas uma coisa é fato...quem espera de um fiat medio um carro com boa revenda, é melhor rever as suas ideias e conceitos, quem comprou linea, pode sentar e ver perder dinheiro...da mesma forma aconteceu com donos de tempras e mareas

    ResponderExcluir
  78. Anonimo, a mudança para o motor 1.8 da GM foi por questão de custos e que viabilizou a produção de seus modelos "tops" dos compactos e alimentou e alimenta até hoje seu carro médio.

    Renato,
    O consumidor final, NUNCA compraria um Polo completissimo.

    Diferente dos Polos que vc ve na rua Sportline, há versões onde o acabamento das portas, console central e nos pontos de radio que o acabamento é emborrachado e no console de veludo. Além disso, esse mesmo modelo apenas as revistas andaram pois é um modelo que dificilmente sairá para o consumidor, uma vez que ele pode optar ou pelo carro médio da mesma montadora que tem o requinte que esse modelo completo entrega ou procurar no rival que entregue mto mais por menos.

    Para enfatizar o que eu digo, entre no teste de 100 dias de cambio automatizados no site:
    http://carroonline.terra.com.br/

    O primeiro carro do teste é o Polo na versão 1.6 I-Motion, completissimo e lá o reportar passa a informação.

    Alias, para se ter esse Polo, terá que ir até a concessionaria já que no proprio site da VW não existe varios opcionais que podem ser escolhidos.

    Abraço!
    Edson

    ResponderExcluir